PUBLICIDADE
Topo

Bota e Flu podem até acionar Justiça contra 'quebra de regras' no Carioca

Botafogo e Fluminense foram votos vencidos e entendem que regras foram quebradas - Montagem sobre fotos de Vítor Silva/Botafogo e Lucas Merçon/ Fluminense FC
Botafogo e Fluminense foram votos vencidos e entendem que regras foram quebradas Imagem: Montagem sobre fotos de Vítor Silva/Botafogo e Lucas Merçon/ Fluminense FC

Alexandre Araújo e Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

26/05/2020 04h00

Botafogo e Fluminense foram contra alguns itens aprovados no Arbitral da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), ontem (25), especialmente para o reinício do Campeonato Carioca. Segundo os clubes, houve uma quebra nas regras dos trâmites do encontro e, o que antes necessitava de unanimidade para ir à frente, foi aprovado "por maioria". O futuro ainda não foi definido, mas não está descartada a possibilidade da discordância parar nos tribunais esportivos.

Pouco após a reunião, que aconteceu de forma virtual, Nelson Mufarrej e Mario Bittencourt, presidentes do Alvinegro e do Tricolor, respectivamente, entraram com um pedido de impugnação de alguns pontos do Arbitral.

"Assim, considerando que as questões inerentes à condição de jogo dos atletas, ao intervalo mínimo entre as partidas, aos mandos de campo e aos jogos fora do Estado do Rio de Janeiro são intrínsecas ao Regulamento da Competição, não podem ser objeto de deliberação pelo Conselho Arbitral nesse momento, o que configurará, se levada a cabo, em violação da Lei Federal e ainda do Estatuto dessa Entidade de Administração do Desporto", diz documento emitido pelos clubes.

Caso os pedidos não sejam acatados pela Federação do Rio, as respectivas cúpulas não descartam a possibilidade de, inclusive, acionar a Justiça.

Há uma visão de que, com a mudança das regras do Arbitral neste momento, Botafogo e Fluminense podem ser boicotados em suas posições, uma vez que são minoria diante de instituições que já demonstraram desejo no retorno do futebol.

Nos últimos dias, dirigentes de ambos os clubes chegaram a subir o tom nas críticas e posicionamentos em relação à retomada das atividades e do próprio Campeonato Carioca. Em nota, Nelson Mufarrej, presidente do Botafogo, considerou uma possível volta uma "desconexão com a realidade".

Já Mario Bittencourt, mandatário do Flu, afirmou que "fisioterapia com bola", algo citado em nota da Prefeitura do Rio, era "para inglês ver" e que "está se ultrapassando todos os limites nesse momento".

Botafogo