PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dica de D'Alessandro e fim de ciclo. Inter tentou líder do River para zaga

AP Photo/Andre Penner
Imagem: AP Photo/Andre Penner

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

25/05/2020 04h00

O Internacional quase aumentou a atual colônia de estrangeiros no elenco. Na virada de 2018 para 2019, o clube quase contratou Jonatan Maidana. O zagueiro, então no River Plate, foi sondado após dica de D'Alessandro e por estar em fim de ciclo no Monumental de Nuñez.

Os dirigentes resolveram não bancar a aposta por jogador que à época tinha 33 anos.

Maidana ficou nove temporadas no River e passou de remanescente do elenco que caiu para Série B a um dos líderes do elenco. Homem de confiança do técnico Marcelo Gallardo.

O zagueiro conviveu com D'Alessandro em 2016, quando o camisa 10 deixou o Beira-Rio e foi emprestado ao clube de coração. Foi D'Ale quem alertou o Inter da situação de Maidana em Buenos Aires. O defensor procurava novos ares e topava migrar para o futebol brasileiro.

Os dirigentes gaúchos, à época, procuravam outro zagueiro para reforçar o elenco então treinado por Odair Hellmann. A análise no Beira-Rio era clara: Maidana já não estava no auge físico, mas tinha liderança e seria bom nome para encorpar um grupo que tinha a Copa Libertadores pela frente.

Nos corredores do CT Parque Gigante havia preocupação com a falta de rodagem do grupo para retornar a maior competição sul-americana. Tanto que o Inter bancou a volta de Rafael Sóbis para aquela temporada.

Maidana acabou recebendo proposta do Toluca-MEX e fechou negócio. Deixou o River Plate com 11 títulos conquistados. O Inter tocou a temporada Rodrigo Moledo e Victor Cuesta intocáveis na zaga. Mas em 2020, Bruno Fuchs já assumiu titularidade.

Futebol