PUBLICIDADE
Topo

Roque Jr vê falta de maturidade no 7 a 1, e elogia Felipe Melo na zaga

Roque Júnior, durante o programa A Rússia é Logo Ali - TV UOL/Reprodução
Roque Júnior, durante o programa A Rússia é Logo Ali Imagem: TV UOL/Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/05/2020 20h30

Observador técnico da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2014, o ex-jogador Roque Júnior acredita que faltou maturidade ao time de Luiz Felipe Scolari na derrota por 7 a 1 para a Alemanha, em semifinal disputada no Mineirão.

Convidado do Expediente Futebol de hoje, o ex-jogador acredita que, após o 2 a 0, os jogadores de descontrolaram. Além disso, o pentacampeão afirmou que a falta de liderança dentro de campo contribuiu para a elasticidade do placar.

"Acho que teve jogo até 2 a 0. Depois, não teve jogo. Acho que os jogadores se desequilibraram. Faltou um pouco mais de maturidade, de experiência. (...) Depois do 2 a 0, os jogadores perderam a tranquilidade do jogo, de saber decidir o que era melhor fazer. Faltou alguns jogadores com mais liderança, para conseguir fazer com que não chegasse ao 7 a 1. Houve um descontrole. Faltou um pouco mais de maturidade e tranquilidade", avaliou o ex-jogador.

Em relação à Copa do Mundo de 2022, no Catar, Roque Jr voltou a colocar o zagueiro Marquinhos como principal defensor da seleção brasileira.

"Tem um jogador que provavelmente estará, que é o Marquinhos. Eu apostaria as fichas no Marquinhos. E os outros que estão surgindo, não vejo ninguém já garantido para estar ali. Não sei como vai estar o Thiago Silva até a Copa. Hoje, eu coloco as fichas no Marquinhos. Torcer para que algum zagueiro desponte", opinou.

Felipe Melo na zaga

Campeão da Libertadores de 1999 pelo Palmeiras, o ex-zagueiro aprovou o início de temporada de Felipe Melo na zaga alviverde. Segundo Roque, a mudança de posicionamento do camisa 30 trará benefícios ao clube.

"É uma boa para o Felipe. Ele tem uma experiência boa, e isso ajuda. É um cara que fala bastante também. Claro que é diferente, ele tem que se adaptar, mas acho que o Palmeiras ganha. Foi uma boa ideia do Vanderlei", elogiou o ex-jogador, que também falou sobre as chances do Palmeiras voltar a conquistar a América:

"A Libertadores é difícil. O Palmeiras vem montando alguns times nos últimos anos e não consegue chegar. O Vanderlei é um cara experiente, já disputou várias Libertadores. Espero que, dessa vez, o Palmeiras possa conseguir, porque também faz mais de 20 anos que não consegue. Acho que com o elenco bom que o Palmeiras tem, a chance é maior. E, por disputar todo ano, vai ganhando a experiência para os momentos-chave. Torço que o Palmeiras possa ganhar outra Libertadores em breve", completou.

UOL Esporte vê TV