PUBLICIDADE
Topo

Fla vai à Vigilância Sanitária para esclarecimentos sobre veto à inspeção

Elenco do Flamengo está treinando no Ninho do Urubu, mesmo sem liberação dos órgãos governamentais - Gilvan de Souza/ Flamengo
Elenco do Flamengo está treinando no Ninho do Urubu, mesmo sem liberação dos órgãos governamentais Imagem: Gilvan de Souza/ Flamengo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

23/05/2020 11h07

Representantes do Flamengo estiveram, ontem (22), na Vigilância Sanitária para esclarecimentos sobre os motivos de fiscais do órgão e da Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda terem sido impedidos de entrarem no CT Ninho do Urubu na última quinta-feira.

De acordo com a Vigilância Sanitária, o clube se "comprometeu a atender as normas sanitárias fundamentais para a prevenção de riscos à saúde pública". A informação foi publicada, primeiramente, pelo site do "Globo Esporte" e confirmada pelo UOL Esporte.

A inspeção realizada no local foi para conferir denúncias de descumprimento ao Decreto RIO 47.282/20, que diz respeito às normas de restrição de aglomeração, medida de combate à pandemia coronavírus.

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

A equipe dos órgãos municipais, porém, foi impedida de entrar no CT, com a alegação de não haver funcionário do setor administrativo para acompanhar. Tal ação infringiu o Código Sanitário do Município do Rio de Janeiro (inciso X, Art. 30 do Decreto 45.585/18). Diante disso, o estabelecimento foi autuado e o responsável notificado a comparecer na sede da Vigilância para prestar esclarecimentos.

Veja nota da Vigilância Sanitária:

"Representantes do Clube de Regatas do Flamengo estiveram na Vigilância Sanitária nesta sexta-feira, 22/02, para esclarecer por que fiscais do órgão e da Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda foram impedidos na quinta, 21/05, de entrar no centro de treinamento que, por isso, acabou multado.

No encontro, técnicos da Vigilância reforçaram a importância do cumprimento do Decreto RIO 47.282/20, com medidas de enfrentamento à pandemia de Covid-19, como a restrição de aglomeração. O clube se comprometeu a atender as normas sanitárias fundamentais para a prevenção de riscos à saúde pública".

Flamengo