PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Flamengo aproveita disputa entre Witzel e Crivella para treinar em campo

Flamengo treina sem distanciamento social adequado - Reprodução/TV Globo
Flamengo treina sem distanciamento social adequado Imagem: Reprodução/TV Globo

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

22/05/2020 04h00

O retorno do Flamengo é calculado milimetricamente. O clube se beneficia da briga política para retomar os treinos em meio à quarentena ocasionada pelo novo coronavírus, ainda que nenhuma determinação oficial autorize tal medida. Desde que o clube retomou as atividades no Ninho do Urubu, o governo do Estado do Rio de Janeiro fez uma espécie de vista grossa. A atitude do governador Wilson Witzel (PSC) e seus pares não foi gratuita: a tática é "empurrar" a questão para a Prefeitura do Rio, comandada por Marcelo Crivella (Republicanos).

Em lados antagônicos na política nacional, Witzel e o prefeito temem o custo político da decisão. Crivella evita dizer que o Fla está fora da lei, assim como o governador, que afirmou que os treinos são de responsabilidade dos clubes, embora ele mesmo tenho declarado uma quarentena até o dia 31 de maio. O Rubro-Negro aproveitou também brechas deixadas pelas normas de recolhimento: advogados do clube entendem que o retorno não fere nenhum dos decretos. Sem oposição dos governantes, os jogadores treinam normalmente na manhã de hoje (22).

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras informações de bastidor, acesse a coluna De Primeira.

Flamengo