PUBLICIDADE
Topo

David Luiz diz que leva lição de 7 a 1 com o Brasil: 'Muitos se esconderam'

David Luiz lamentou a derrota do Brasil para Alemanha por 7 a 1 na Copa do Mundo de 2014 - Eddie Keogh/Reuters
David Luiz lamentou a derrota do Brasil para Alemanha por 7 a 1 na Copa do Mundo de 2014 Imagem: Eddie Keogh/Reuters

Do UOL, em Porto Alegre

22/05/2020 14h44

O zagueiro David Luiz falou abertamente sobre a derrota da seleção brasileira para Alemanha na semifinal da Copa do Mundo de 2014 por 7 a 1. Em entrevista ao canal oficial do Benfica, o jogador disse que estava entre os melhores do torneio até aquela partida, que levou lição para quando for técnico e que muitas pessoas se esconderam da responsabilidade.

"Primeiro tento entender a razão das coisas. Depois, sei que até aquele jogo talvez eu fosse o melhor jogador da Copa do Mundo, ou entre os três melhores. Depois se tem aquele jogo, que é uma decepção, uma desilusão para todos", disse.

"Fiquei muito tempo pensando na razão daquilo. Para mim, nos preparamos da melhor forma, tínhamos um grande treinador, um grande grupo. No ano anterior batemos a Espanha de uma forma muito contundente na Copa das Confederações. E depois chegamos numa semifinal... Para mim, não estávamos acostumados a sair perdendo por dois ou três de diferença e virar o jogo. Isso não tinha acontecido nenhuma vez. De repente, foi um baque. Tomamos um, dois, o terceiro em seguida", completou.

David Luiz ainda disse que agiria diferente se a partida fosse hoje. Ao sofrer os primeiros gols, o Brasil deveria ter se concentrado em levar o jogo para o intervalo da forma que estava para tentar reagir no segundo tempo, e não buscado o ataque desesperadamente.

"Tem aquela coisa de um jogo que tudo dá errado. A Alemanha chutou menos que nós. E nos primeiros chutes marcou os gols. Hoje eu penso que se levo dois ou três gols, se a gente tivesse pensado em ficar parado, em controlar o jogo, poderia voltar do intervalo, fazer um gol, e tudo mudar. Mas para se preparar tem que viver. Não tinha acontecido antes", afirmou.

"Hoje eu reagiria assim, pediria para esperar, reuniria o time. Mas é um aprendizado que levo, talvez eu prepare meus times assim um dia quando for treinador. Imaginar cenários para uma reação. A gente se prepara muito para agir, mas normalmente não para reagir. Não só no futebol, mas na vida. Agir se consegue, e reagir? É o grande segredo", acrescentou.

David Luiz encarou a repercussão e ficou marcado por aquela derrota. E em suas palavras fica evidente que situações negativas marcaram o momento.

"Depois daquele jogo eu ganhei mais títulos do que antes. Mas é difícil. Encarei as câmeras depois do jogo. Nos primeiros meses, que é uma memória recente, as pessoas lembravam, no Brasil, do que fiz na Copa do Mundo. Mas depois se apagou e ficou só aquele jogo", lamentou.

"Para mim, muitas pessoas se esconderam e não quiseram dividir a responsabilidade. Eu carreguei o peso, durante muito tempo, sozinho. Não é da forma que deveria ser. Mas, com a consciência de que fiz de tudo e dei meu melhor. A tristeza existiu, de não conseguir o título que eu sonhava e meu país tanto sonhava. Mas, tenho a tranquilidade de saber que tentei de todas as formas e aprendi com o que aconteceu", finalizou.

Na entrevista de mais de uma hora, David ainda disse que pretende voltar à seleção brasileira e que quer encerrar a carreira atuando no Benfica.

Seleção Brasileira