PUBLICIDADE
Topo

Botafogo encerra negociações com Yaya após anúncio de candidato do Vasco

Leven Siano, candidato do Vasco, garantiu ter um acordo com Yaya Touré - Reuters/Andrew Boyers
Leven Siano, candidato do Vasco, garantiu ter um acordo com Yaya Touré Imagem: Reuters/Andrew Boyers

Bernardo Gentile e Alexandre Araújo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

22/05/2020 12h53

O Botafogo deu por encerrada as negociações com o volante Yaya Touré. A movimentação da diretoria alvinegra acontece um dia depois de Luiz Leven Siano, candidato à presidência do Vasco, ter anunciado um acordo com o marfinense.

Carlos Augusto Montenegro, membro do comitê gestor do clube de General Severiano, chamou o jogador de "moleque" e indicou que o Glorioso "se livrou dessa". O dirigente lembrou que Yaya Touré já tinha à mesa um pré-contrato e a cúpula aguardava o fim da pandemia de coronavírus para intensificar os contatos.

"O que acontece é que o Yaya preferiu trocar o certo pelo duvidoso. Porque ele não fechou com o Vasco, mas com um candidato à presidência. Não vejo problema nisso, mas ele foi moleque. Poderia ter nos avisado. Conversávamos há meses e ele tinha um pré-contrato nosso em mãos. O candidato se chama Leven Siano e o Yaya foi leviano. Mas foi até bom. Mostrou que é um jogador que não quer mais saber de futebol, nos livramos dessa", disse, ao UOL Esporte.

Internamente, se avaliava que não era vantajoso pressionar o jogador por uma assinatura neste momento, uma vez que há diversas incertezas ocasionadas pelo surto de contágio da covid-19.

No lado Alvinegro, o anúncio feito por Leven Siano, presidenciável cruz-maltino, no começo da noite de ontem (21), pegou a todos de surpresa. Ricardo Rotenberg, vice-presidente comercial e de marketing, e o empresário Marcos Leite, que intermediava as tratativas, vinham mantendo contato constante com Yaya e, em momento algum, foram mencionadas conversas com Leven.

Diante de toda essa situação, o Botafogo preferiu não levar à frente mais as conversas.

Yaya Touré foi oferecido ao clube de General Severiano por Marcos Leite. O empresário é o mesmo que, no começo do ano, havia conduzido as negociações com o japonês Honda, que tiveram um final feliz. Ele mantinha contato com Leon Mann, agente do marfinense em Londres, Inglaterra.

As conversas avançaram e estiveram bem perto de um desfecho positivo, mas, na última hora, não se chegou a um denominador comum. Rotenberg chegou a dizer que a negociação tinha acabado pouco antes da pandemia de coronavírus. No decorrer da paralisação, porém, houve uma mudança de cenário e as partes retomaram o negócio.

Botafogo