PUBLICIDADE
Topo

Regras para volta do Italiano proíbem mascotes e reclamações com juiz

Lautaro Martinez, da Inter de Milão, encara árbitro Gianluca Manganiello durante partida do Campeonato Italiano - Claudio Villa - Inter/Inter via Getty Images
Lautaro Martinez, da Inter de Milão, encara árbitro Gianluca Manganiello durante partida do Campeonato Italiano Imagem: Claudio Villa - Inter/Inter via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

21/05/2020 16h24

Classificação e Jogos

A volta do Campeonato Italiano ainda não tem data, mas o site Agipronews teve acesso ao documento de novas regras que a federação italiana mostrará ao governo em reunião no dia 28 de maio. Entre as medidas estão as proibições de mascotes em campo e até reclamações com o juiz.

Os estádios serão divididos em três zonas. A primeira será a área técnica, que compreende o gramado, túnel de acesso ao campo e vestiário. A zona 2 é composta por arquibancadas, tribunas de imprensa e salas de controle. Já a zona 3 consiste nos arredores do campo.

O acesso a essas diferentes áreas será permitido com horários marcados e haverá um número mínimo e máximo de presentes por zona. A zona 1 tem no mínimo 10 pessoas e no máximo 106 pessoas. Na zona 2, o número varia de 18 a 118 presentes. Já a zona 3 tem mínimo de 56 e máximo de 109 pessoas. O total permitido é de 300 pessoas em um jogo. Todas serão controladas e testadas para saber se estão com o novo coronavírus.

Os times deverão chegar ao estádio em horários diferentes, por rotas separadas, e todos deverão usar máscara. Os árbitros chegarão 1h45min antes da partida, seguidos pelos visitantes, que devem chegar 1h40min antes do jogo, enquanto os mandantes chegam 1h30min antes do apito inicial. Os ônibus ainda terão que ser higienizados antes e depois das partidas, mas os jogadores do time da casa serão aconselhados a irem com o próprio carro.

Os vestiários não poderão receber equipes de TV e deverão ser higienizados antes e depois dos jogos. O estádio todo terá que disponibilizar álcool em gel. As equipes médicas usarão máscara, luvas e álcool em gel. As salas de imprensa ficarão fechadas.

Mascotes dos times não estarão mais permitidos, assim como a cerimônia de entrada em campo. Os jogadores não entrarão mais de mãos dadas com crianças. Os apertos de mãos antes do jogo e as fotos dos times também serão proibidos.

Durante as partidas, os jogadores não poderão reclamar com o árbitro e deverão permanecer a uma distância de 1,5m do juiz. Ainda sobre a arbitragem, tudo será higienizado, do apito ao equipamento eletrônico.

Os jogadores terão garrafas de água individuais, e o uso de chuveiros individuais também será recomendado. Dentro do vestiário, bacias de gelo e hidromassagem estarão vetadas.