PUBLICIDADE
Topo

Mauro: "Buraco do Corinthians é muito maior que o do Flamengo em 2013"

Do UOL, em São Paulo

21/05/2020 04h00

Enquanto o Corinthians conquistava o título mundial diante do Chelsea no fim de 2012, o Flamengo vivia uma situação financeira complicada, mas um trabalho para sanear as contas permite hoje ao clube rubro-negro ter jogadores e técnico caros para contar com um time competitivo, além de condição financeira estável. Porém, o Alvinegro paulista vive atualmente o que o rival carioca sofreu há alguns anos e acumula dívida recorde.

No podcast Posse de Bola #33, o jornalista Mauro Cezar Pereira diz que o Corinthians deve ter ainda mais dificuldades para conseguir acertar suas contas, já que o endividamento do clube comparado ao do Flamengo em 2013, com valores corrigidos, era inferior ao do time presidido por Andrés Sanchez.

"É muito grave a situação, mas quando o Corinthians começa a se endividar, que é 2013, é o ano em que o Flamengo começa a se organizar, só que hoje o buraco do Corinthians é muito maior do que o Flamengo era na época. Outro dia eu fiz essa conta, o Flamengo tinha uma dívida de R$ 700 e poucos milhões, corrigido hoje daria mais ou menos R$ 1,1 bi, só o estádio do Corinthians deve estar mais do que isso, fora a dívida do clube", diz Mauro Cezar (disponível no vídeo acima a partir de 25:58).

"Além disso, a moeda estrangeira disparou, a economia de mal a pior, você tem um cenário muito pior do que 2013, sem termos de comparação, só os terraplanistas não querem enxergar um palmo diante do nariz e ver isso, é óbvio, é muito óbvio, e com uma recessão mundial que pode ser maior do que a da crise de 1929 por conta do coronavírus, a gente não sabe exatamente como isso vai se refletir na economia do planeta. Não é nem do Brasil ou do clube, então, é um cenário mais difícil para recuperar", completa o jornalista.

Mauro Cezar também ironiza a possibilidade ventilada e já rechaçada de Eduardo Bandeira de Mello, ex-presidente do Flamengo, ser contratado para atuar como diretor no Corinthians para ajudar a recuperar a situação financeira do clube.

"Ainda tem gente que acha que levando o Bandeira de Mello para o Corinthians, ele vai resolver. Aí é brincadeira, chama o Papai Noel e o Coelhinho da Páscoa também, é muita vontade de se enganar, de se iludir", finaliza Mauro.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol