PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Réver sugere que CBF pague testes de clubes menores em meio à pandemia

Zagueiro do Atlético-MG espera que CBF pague os testes de clubes menores em meio à pandemia do novo coronavírus - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Zagueiro do Atlético-MG espera que CBF pague os testes de clubes menores em meio à pandemia do novo coronavírus Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

20/05/2020 10h06

Réver, zagueiro do Atlético-MG, defende que a CBF ajude os clubes menores na volta aos treinos em meio à pandemia do novo coronavírus. O zagueiro pede que a entidade olhe com carinho para os times que não têm o mesmo poder aquisitivo dos gigantes.

Ativo no trabalho da Fenapaf (Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol), o defensor de 35 anos explica por que é favorável ao aporte da CBF aos clubes menores do país.

"Olha, na verdade, a gente está em um país que vive realidades totalmente diferentes. Esses clubes poderiam ter uma ajuda da CBF para que pudessem nesse momento pagar testes. Eles precisam ter um suporte. A gente sabe que é diferente, esses clubes também dão alegrias ao povo brasileiro", disse em entrevista veiculada pela TV Galo.

A entidade destinou pouco mais de R$ 19 milhões para ajudar as equipes que disputam as Séries C e D. Os valores são equivalentes à média de duas folhas salariais dos atletas de cada competição. O mesmo apoio foi dado às participantes das Séries A1 e A2 do Brasileirão Feminino.

Réver ainda enaltece a possibilidade de retomar os trabalhos no elenco comandado por Jorge Sampaoli. "Voltar, retornar às atividades é algo que nos deixa feliz, mesmo com toda a dificuldade que a gente vem enfrentando nesse momento. Posso até ter falado algumas coisas diferentes, mas a gente gostaria muito de retornar, como está acontencendo. As notícias fazem com que a gente se sinta amedrontado em levar isso para dentro de casa. Mas vendo aqui, analisando tranquilamente, a gente vê que todos os cuidados estão sendo tomados", concluiu.

Atlético-MG