PUBLICIDADE
Topo

Futebol

No aniversário de Casillas e Petr Cech, reveja suas grandes defesas

Goleiro espanhol Casillas faz uma defesa no jogo contra a Suíça - EFE/HALDEN KROG
Goleiro espanhol Casillas faz uma defesa no jogo contra a Suíça Imagem: EFE/HALDEN KROG

Do UOL, em São Paulo

20/05/2020 04h00

No dia 20 de maio, dois grandes ex-goleiros do futebol mundial comemoram aniversário. O espanhol Iker Casillas celebra nesta data 39 anos, já Petr Cech é um ano mais novo, o tcheco faz 38 anos. Considerados ídolos, os goleiros defenderam suas seleções durante grande parte da carreira no futebol, além de terem marcado suas histórias nos clubes em que passaram.

Iker Casillas

Casillas iniciou sua carreira nas categorias de base do Real Madrid, em 1998. Aos 16 anos, foi promovido a equipe profissional do clube, porém só atuou em 1999. O goleiro jogou quase 25 anos defendendo as cores da camisa merengue e chegou ao auge de sua carreira.

Foram 725 partidas e mais de 20 títulos conquistados pelo Real Madrid, entre eles, cinco vezes o Campeonato Espanhol, quatro vezes a Supercopa da Espanha, duas vezes a Copa da Espanha, duas vezes a Supercopa da Uefa, além de faturar três troféus do torneio mais cobiçado da Europa, a Liga dos Campeões, e duas vezes o Mundial de Clubes da Fifa.

Em 2015, ele foi anunciado no Porto. Em cinco anos de trajetória pelo clube, ele fez 156 partidas, conquistando uma vez o Campeonato Português e duas vezes a Supercopa de Portugal. Em maio de 2019, um ataque cardíaco o afastou dos gramados e, atualmente, o espanhol exerce função diretiva no Porto.

Pela seleção espanhola, o jogador foi quem levantou o troféu da Copa do Mundo de 2010, uma vez que era o capitão da equipe. Casillas ganhou o prêmio Luva de Ouro da maior competição mundial, além de ter participado de quatro Copas do Mundo. O ídolo espanhol também esteve presente nas conquistas da Eurocopa em 2008 e 2012. Foram 168 jogos e uma incrível carreira como goleiro da seleção.

Petr Cech

Petr Cech iniciou sua carreira profissional em 1999, aos 17 anos, jogando no FK Chmel Blsany, da primeira divisão da Republica Tcheca. Em 2002, assinou um contrato de quatro anos com o francês Rennes, clube onde fez 78 partidas. Em 2004, o Chelsea fez uma oferta ao Rennes pelo goleiro, que aceitou, Petr Cech, então, se tornou o goleiro mais caro da história do time londrino.

No time inglês, o atleta chegou ao auge de sua carreira, defendendo o time durante 11 anos. Foram 494 partidas pelos Blues, conquistando 18 títulos, entre eles, quatro vezes a Premier League, cinco vezes a Copa da Inglaterra, três vezes a Copa da Liga Inglesa, uma vez a Liga Europa da Uefa e uma vez a tão sonhada Champions League.

Em 2015, o goleiro foi anunciado pelo Arsenal, clube onde jogou por quatro anos. Pelo clube foram 139 jogos, tendo conquistado duas vezes a Supercopa da Inglaterra e uma vez a Copa da Inglaterra.

Jogando pela seleção da Republica Tcheca, ele defendeu a equipe por 125 partidas, entre os anos de 2002 a 2016, tendo participado da Copa do Mundo de 2006.

No dia 29 de maio de 2019, Petr Cech fez sua última partida e se despediu do futebol anunciando sua aposentadoria. Após pendurar as chuteiras, o atleta se tornou jogador de hockey do Guildford Phoenix.

Futebol