PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Iarley vê Inter como exemplo durante a pandemia e exalta Coudet

Iarley, nos tempos de Paysandu, comemora gol marcado na histórica vitória sobre o Boca Juniors na Bombonera - AFP PHOTO/Daniel GARCIA
Iarley, nos tempos de Paysandu, comemora gol marcado na histórica vitória sobre o Boca Juniors na Bombonera Imagem: AFP PHOTO/Daniel GARCIA

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/05/2020 12h57

Ídolo e coordenador técnico da base do Internacional, Iarley destacou o cuidado do clube na volta aos treinos durante a pandemia de coronavírus. Convidado do Jogo Aberto desta quarta-feira, o campeão do Mundial de Clubes de 2006 acredita que o colorado será um exemplo para os demais times.

"Tem que ressaltar o trabalho dos nossos governantes e da população do Rio Grande do Sul, que aderiu ao isolamento. Os casos estão controlados. Acho que é bom estar voltando aos poucos, com todos esses cuidados que temos que ter. É bom, psicologicamente, para os atletas. O Internacional tem que ser um exemplo para todos os clubes porque é um profissionalismo muito grande nestes cuidados", opinou Iarley.

Em relação ao início de trabalho do técnico Eduardo Coudet, o ex-jogador usou o clássico Gre-Nal para mostrar a evolução do Inter sob o comando no novo treinador.

"A gente recebeu com muita alegria o trabalho dele, porque é uma continuidade do que a gente já vinha fazendo (na base): um time para frente, que gosta da bola. (...) A gente lamentou muito essa parada, porque o time vinha numa ascensão muito grande", disse Iarley, que completou:

"Nos últimos clássicos, a gente ia para o jogo temeroso, porque o time do Grêmio estava um pouco mais montado, com uma maneira de jogar. E a gente querendo se adaptar. Com o Coudet, não. A gente foi para o jogo, dentro da Arena, de cabeça erguida, com a sensação de que iria vencer. A gente tem um profissional com a cara do Internacional".

UOL Esporte vê TV