PUBLICIDADE
Topo

Federação Alemã pede teto salarial para futebol europeu após pandemia

16.mai.2020 - Haaland disputa bola com Todibo na partida entre Borussia Dortmund e Schlake 04 na volta do campeonato Alemão - Reprodução/Twitter/Borussia Dortmund
16.mai.2020 - Haaland disputa bola com Todibo na partida entre Borussia Dortmund e Schlake 04 na volta do campeonato Alemão Imagem: Reprodução/Twitter/Borussia Dortmund

Do UOL, em São Paulo

20/05/2020 09h12

O presidente da Federação Alemã de Futebol, Fritz Keller, pediu à Uefa, entidade que organiza o futebol europeu, a criação de um teto salarial para os clubes após a pandemia do novo coronavírus.

Em entrevista à revista Kicker, Keller disse que o modelo que deve ser seguido é o da Major League Soccer (MLS), dos Estados Unidos, com limites salariais para cada equipe.

"Há salários absurdos que não são mais acessíveis. Temos de ter um teto salarial para todos, para evitar um maior desastre financeiro", disse o presidente da entidade. "Temos que conversar sobre limites salariais. Vamos escrever uma carta ao presidente da Uefa, Aleksander Ceferin", acrescentou.

O Campeonato Alemão foi a primeira competição europeia a voltar após as paralisações por causa da pandemia do novo coronavírus. Ainda assim, a Federação Alemã vê as consequências da crise causada pelo vírus no mundo do futebol.

Keller, porém, reforçou que só a Uefa pode limitar os salários que são "dignos de outro planeta".

Esporte