PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro divulga contas de 2019 com déficit de R$ 394 milhões

Wagner Pires de Sá foi presidente do Cruzeiro durante a temporada passada - © Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Wagner Pires de Sá foi presidente do Cruzeiro durante a temporada passada Imagem: © Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

20/05/2020 20h45

O Cruzeiro divulgou, na noite de hoje (20), o balanço financeiro de 2019, último ano da gestão de Wagner Pires de Sá. O déficit do clube no exercício é de R$ 394 milhões. A dívida acumulada supera os R$ 804 milhões.

Os dados são referentes às demonstrações do resultado do ano passado, quando o clube acabou rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, e foram divulgados no site oficial da Raposa.

A diretoria informa que o clube foi excluído do ProFut em 2019. Isso pode ocasionar, de acordo com o documento, em "impedimento do recebimento de benefícios fiscais e repasses de recursos públicos federais da administração direta ou indireta pelo prazo de dois anos; restabelecimento dos débitos parcelados ao seu valor original, adicionando as multas, juros e encargos legais; entre outras".

O balanço diz ainda que "o inquérito PCnet 7560355 está em fase final, pois, durante as investigações, já foram prestadas diversas informações, bem como apresentados todos os documentos solicitados. Ademais, na Polícia Civil, prestaram depoimentos vários empresários, funcionários, ex-funcionários, ex-dirigentes, e todas as pessoas que, de certa forma, possuíam "contato" ou relação com a gestão do Sr. Wagner Antônio Pires de Sá".

Por meio de um relatório feito por auditoria externa, o clube informa que "vem apresentando sucessivos déficits em suas operações nos últimos exercícios (...) resultando em uma deficiência significativa de capital de giro. Os déficits consecutivos apresentados eplo Clube em suas operações em 31 de dezembro de 2019 totalizaram o montante de R$ 695.934.370 e nessa data a soma do passivo circulante e passivo não circulante excedeu o total do ativo em R$ 486.857.510,00 (passivo a descoberto)".

Cruzeiro