PUBLICIDADE
Topo

Há 14 anos, Belletti marcava e levava Barcelona ao topo da Champions League

Belletti bate na saída de Almunia para garantir a vitória do Barcelona sobre o Arsenal na Liga dos Campeões - Christophe Ena/AP Photo
Belletti bate na saída de Almunia para garantir a vitória do Barcelona sobre o Arsenal na Liga dos Campeões Imagem: Christophe Ena/AP Photo

Do UOL, em São Paulo

17/05/2020 04h00

No dia 17 de maio de 2006, Belleti marcou aos 36 minutos do segundo tempo na final da Champions League contra o Arsenal. Com o placar de 2 a 1, o jogador garantiu a vitória e o título da maior competição da Europa para o Barcelona. O jogo reuniu um público de 79.000 espectadores no Stade de France, a vitória rendeu ao clube espanhol o segundo título da Champions League, que não ganhava há 13 anos.

Comandado por Frank Rijkaard, o Barcelona entrou em campo com: Víctor Valdés, Rafa Márquez, Puyol, Edmílson, Oleguer Presas, Giovanni van Bronckhorst, Mark van Bommel, Ronaldinho Gaúcho, Deco, Ludovic Giuly e Samuel Eto´o. Comandando por Arsène Wenger, o Arsenal foi a campo com: Jens Lehmann, Emmanuel Eboué, Sol Campbell, Kolo Touré, Ashley Cole, Gilberto Silva, Aliaksandr Hleb, Cesc Fàbregas, Robert Pirès, Fredrik Ljungberg e Thierry Henry.

O time do Arsenal abriu o placar do jogo aos 36 do primeiro tempo com Sol Campbell, indo para o intervalo com a vantagem sobre o Barcelona. Tendo um jogador expulso aos 18 minutos da primeira etapa, o Arsenal jogava com um time mais fechado. Após o gol, o Barcelona teve ainda mais dificuldades de penetrar a defesa.

Na segunda etapa, o time espanhol pressionou o tempo inteiro, até que Samuel Eto'o empatou o jogo aos 31 minutos, deixando tudo igual no placar. O gol da virada veio dos pés de Belletti, que só precisou de 10 minutos em campo após sair do banco para substituir Oleguer Presas. Em uma jogada com Larsson, Belletti tocou e se infiltrou na área para receber o passe de volta, chutando por baixo das pernas do goleiro para marcar e se consagrar o herói da partida.

O gol de Belletti aos 35 minutos deu o título da Champions League ao Barcelona de virada sobre os ingleses, encerrando o jejum de 13 anos do clube na competição.

Futebol