PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Diretor do lanterna do Campeonato Inglês não quer fim 'em salas de reunião'

Lee Smith / Action Images via Reuters
Imagem: Lee Smith / Action Images via Reuters

Do UOL, em São Paulo

13/05/2020 14h57

Em meio às indefinições quanto ao recomeço da Premier League (Campeonato Inglês), o diretor do Norwich, Stuart Webber, fez um desabafo em relação à tese de terminar a competição sem a conclusão dos 38 jogos.

Em entrevista ao Sky Sports, o dirigente se posicionou afirmando que "o campeonato precisa ser resolvido dentro de campo, não em salas de reunião". Além disto, ele rejeitou a ideia de a liga rebaixar as três piores colocadas antes da paralisação por coronavírus. O Norwich ocupa a última posição do torneio.

"Tudo bem se reiniciarmos e três equipes forem rebaixadas ao final. Nós estaríamos disputando o torneio com apenas seis pontos fora do rebaixamento em vez de ficarmos à deriva", iniciou.

"O que não podemos aceitar é o rebaixamento - já que o campeonato pode não recomeçar porque nem sabemos se o governo deixará - e, com isso, eles promoverem automaticamente algumas equipes que não concluíram a temporada", completou Webber ao veículo, se referindo aos times da 2ª divisão que brigam pelo acesso.

Ao lado do Norwich (21 pontos), neste momento os outros rebaixados seriam o Aston Villa (25 pontos) e o Bournemouth (27 pontos). O Watford, também com 27 pontos, é o primeiro time fora da zona da degola.

Até o momento, não há uma previsão para o retorno do Campeonato Inglês - o Reino Unido é um dos países mais atingidos pela pandemia, com mais de 33 mil mortes.

Futebol