PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Vasco prioriza salários em dia e deixa reforços em segundo plano

Alexandre Campello é presidente do Vasco  - Paulo Fernandes/Vasco
Alexandre Campello é presidente do Vasco Imagem: Paulo Fernandes/Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro

10/05/2020 04h00

Com a proximidade das eleições, o presidente do Vasco, Alexandre Campello, tomou uma decisão um tanto quanto impopular. Segundo ele, o clube não contratará nenhum reforço a curto prazo. É que há uma prioridade em São Januário: pagar os salários atrasados.

Nos últimos dias, os principais jogadores do time abriram mão de seus salários de janeiro para que funcionários e atletas mais jovens, que precisam mais da grana nesse momento, possam receber.

"Temos muita coisa para pensar antes de pensar em reforços. Não sabemos quando o futebol vai voltar, se vai voltar, quando o campeonato retorna. Não é momento de se pensar nisso. É de se pensar no que a gente tem, sanar as dificuldades", disse Alexandre Campello.

A medida do cartola vai no sentido contrário do que um de seus rivais nas eleições tem prometido. Leven Siano diz ter acordo com um craque mundial que abalaria as estruturas de São Januário. Ele, inclusive, prometeu revelar quem era o jogador em uma live nessa sexta-feira (8), mas cancelou o evento.

Para Campello, o Vasco tem outras necessidades mais urgentes no momento. Há conversas frequentes com os jogadores, que se recusaram a abrir negociação sobre redução salarial até que recebam os atrasados.

"Você perguntou se os atletas têm razão: o credor tem sempre razão. O clube está devendo aos atletas, e é natural que eles estejam insatisfeitos, embora demonstrem que entendem o esforço do clube para regularizar essa situação. Acho que precisamos conversar, bater papo, demonstrar o que está sendo feito, as possibilidades. Não acredito que os atletas vão ficar afastados do clube para superarmos as dificuldades juntos", declarouo presidente do Vasco.

O Vasco quitou o mês de janeiro com jogadores que recebem até R$ 50 mil. Além disso, pagou o vencimento referente a fevereiro aos funcionários que recebem até R$ 1.800 e R$ 1.300 àqueles que ganham acima do valor.

O restante do elenco do Vasco ainda não recebeu em 2020. Com funcionários que recebem até R$ 1.300, estão em aberto as folhas de março e abril.

Vasco