PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

"Se o Jô rescindir o contrato lá, ele vem para o Corinthians", diz Andrés

Jô comemora gol do Corinthians contra o Fluminense, no jogo que garantiu o título brasileiro de 2017 - Ale Cabral/AGIF
Jô comemora gol do Corinthians contra o Fluminense, no jogo que garantiu o título brasileiro de 2017 Imagem: Ale Cabral/AGIF

Do UOL, em São Paulo

07/05/2020 00h03

O Corinthians trabalha com a hipótese de ter o atacante Jô na temporada 2021. O presidente do clube alvinegro, Andrés Sanchez, disse na noite de ontem (6) que o jogador do Nagoya Grampus, do Japão, quer voltar ao time que o revelou.

"Se o Jô rescindir o contrato lá antes, ele vem. Se ele for no fim do ano, ele também vê. Ele quer vir, o Corinthians quer ele. Agora não dá para chegar no time japonês que pagou 10 milhões de dólares nele e pagar", disse Andrés em entrevista à Corinthians TV.

O mandatário ressaltou que, por causa diante da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus, o Corinthians não irá contratar jogadores nos próximos meses. Jô seria uma exceção, pois chegaria sem custos, com o contrato rescindido ou ao fim do vínculo com o Nagoya Grampus.

"Não estamos negociando nada, temos outras prioridades agora, mas estamos sempre abertos", ressaltou o dirigente.

Jô foi revelado pelo Corinthians em 2003, atuou pelo time profissional até o fim de 2005, quando foi vendido para o CSKA Moscou. O atacante voltou ao clube em 2017 e foi o grande nome do time nas campanhas dos títulos paulista e brasileiro — marcou, ao todo, 25 gols na temporada.

Corinthians