PUBLICIDADE
Topo

Atacante do Boca Juniors é intimado a depor em caso de agressão à namorada

Atacante colombiano Sebastián Villa terá que se explicar à justiça argentina - Divulgação/Site oficial do Boca Juniors
Atacante colombiano Sebastián Villa terá que se explicar à justiça argentina Imagem: Divulgação/Site oficial do Boca Juniors

Do UOL, em São Paulo

07/05/2020 11h14

O atacante colombiano Sebastián Villa terá que encarar a justiça argentina por conta das acusações de agressão feitas pela sua ex-namorada Daniela Cortés na última semana. Segundo fontes da agência pública de notícias argentina Télam, o jogador do Boca Juniors foi intimado a depor no próximo dia 13.

Daniela denunciou o ex-companheiro por agressões recentes e também por outras oportunidades em que teria sofrido situações de violência em 2019. Em meio às graves acusações, a colombiana afirmou que teria perdido uma gravidez por causa da agressividade de Villa.

"No ano passado, em maio eu estava grávida dele. Um dia tivemos uma discussão muito forte, quando ele me bateu e me maltratou. Alguns dias depois, tive um sangramento impressionante, fui ao médico no dia seguinte. De fato, eles fizeram um raio-x e me disseram que não havia mais feto", relatou Daniela ao canal argentino Crónica TV.

A primeira denúncia da colombiana foi nas redes sociais, com fotos e vídeos que mostravam o resultado das agressões. Logo depois, ela fez um exame de corpo de delito e voltou ao Instagram para divulgar o resultado. Nele, é possível observar a confirmação de uma série de lesões, incluindo um edema na testa e hematomas no braço e coxa direitos.

Daniela então entrou com o pedido de processo judicial, que foi aceito acompanhado de determinações para Villa. O atacante não pode deixar a Argentina por 30 dias e tem que manter uma distância de 1.500 metros de sua ex-companheira.

Villa nega as acusações e também se manifestou nas redes sociais, afirmando nunca ter cometido "nenhum tipo de violência" contra Daniela. O atacante pediu à polícia argentina uma perícia nas imagens e vídeos divulgados por ela.

Segundo o jornal argentino Clarín, pessoas próximas ao jogador afirmam que as provas de agressão são antigas, de quando ela vivia com seu ex-namorado, com quem tem uma filha.

Boca Juniors