PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Por que o Atlético-MG pensa em Mariano, mesmo com dois laterais no elenco

Mariano, jogador da Galatasaray, está na mira do Atlético-MG no mercado da bola - VI Images via Getty Images)
Mariano, jogador da Galatasaray, está na mira do Atlético-MG no mercado da bola Imagem: VI Images via Getty Images)

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

05/05/2020 04h00

Resumo da notícia

  • O Atlético-MG mantém as ações no mercado da bola congeladas em meio à pandemia, mas monitora alguns jogadores. Um dos nomes é o de Mariano
  • Porém, o que faz o clube mineiro buscar o jogador para uma posição que já conta com dois atletas -- Guga e Mailton?
  • Ele é um pedido de Sampaoli, com quem trabalhou no Sevilla. Embora não seja prioridade, é visto como boa opção para a lateral e a linha de meio-campo
  • Alguns fatores atrapalham a negociação. O Galo vive situação financeira delicada e congelou os trabalhos no mercado da bola
  • O contrato de Mariano é uma incógnita. Ele tinha vínculo até junho de 2020, mas pode ser estendido automaticamente pelo tempo de paralisação
  • Outro fator que impede um iminente acordo é o salário de Mariano. O atleta fatura mais de 2 milhões de euros (R$ 12 milhões) por ano. Requer redução

O Atlético-MG mantém as ações no mercado da bola congeladas em meio à pandemia do novo coronavírus, mas monitora alguns jogadores. Um dos nomes que aparece na lista é o de Mariano, lateral direito que está no Galatasaray. Porém, o que faz o clube buscar o jogador para uma posição que já conta com dois atletas — Guga e Mailton?

O UOL Esporte apurou que a busca pelo atleta é um pedido de Jorge Sampaoli. Mesmo que não seja tratado como uma prioridade — o departamento de futebol está atrás de um zagueiro e um centroavante —, o jogador de 33 anos é avaliado como uma boa alternativa para atuar em sua função de origem — a lateral direita — e de forma mais avançada, em uma linha de meio-campistas.

O atual treinador do Galo trabalhou com o atleta em sua passagem pelo Sevilla, da Espanha. Na ocasião, o comandante argentino escalou o jogador das duas formas e aprovou a atuação do experiente lateral direito.

Em que pese o desejo de Sampaoli, o Atlético-MG trabalha uma possível contratação de Mariano com cautela. O primeiro motivo é o desconhecimento sobre contratos que se encerram em junho de 2020. Ainda não há definição sobre os vínculos que estavam prestes a acabar. Se o acordo for ampliado automaticamente pelo mesmo período da paralisação, o negócio ficaria mais complicado.

Outro fator que impede um iminente acordo é o salário de Mariano. O atleta fatura mais de 2 milhões de euros (R$ 12 milhões na cotação atual) por ano. Ele teria que aceitar uma brusca redução da remuneração para voltar ao futebol brasileiro.

Por fim, a situação financeira do Galo. O clube prioriza o pagamento de salários para trabalhar ativamente no mercado da bola. O contato do clube com os agentes de Mariano foi apenas uma consulta para saber sobre o interesse em voltar ao Brasil. O Atlético também tem outra prioridade em relação aos reforços: a busca por zagueiro e centroavante.

Atlético-MG