PUBLICIDADE
Topo

Rafael Sóbis acredita que Libertadores-2020 não será concluída

O jogador Rafael Sóbis pelo Ceará - Reprodução
O jogador Rafael Sóbis pelo Ceará Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/05/2020 23h29

Classificação e Jogos

Atacante do Ceará, Rafael Sóbis acredita que a Copa Libertadores da América de 2020 não será concluída. O jogador afirmou que não consegue imaginar um torneio continental sendo realizado, uma vez que cada país tem tido dificuldades para organizar a volta do esporte internamente.

"Minha opinião é que não tenha os Estaduais. Temos a sorte de o Brasileirão não ter começado ainda. Se for esperar cada estadual, não teremos o Brasileiro. Vai ser uma confusão até o fim do ano. Libertadores acho que não vai ter mais. Se temos o problema dentro do país, imagina no continente. A gente tem que aguardar. Se liberar os atletas para trabalhar, outras profissões também vão querer. E isso pode provocar uma piora na pandemia. Temos que entender o momento, sabendo que todos vão perder: clubes, atletas, federações", declarou em entrevista ao Bem, Amigos!, do SporTV, hoje (4).

Volta do futebol no Brasil

Sóbis acredita que a volta das atividades esportivas no Brasil vai depender da situação de cada estado. De qualquer maneira, o atacante defende que a discussão atual é sobre o retorno de treinamentos e que a volta das partidas está longe.

"Eu acho que a volta dos treinos vai depender de cada estado, de como está o vírus, o crescimento da doença, o declínio. O Ceará está em um momento difícil. acho que não é o momento certo para voltar. Para retomar os treinamentos, envolve muita coisa. E, um contato errado, ou um companheiro que esteja contaminado, aí tem que parar tudo de novo. Então, tem que ter muita calma e respeitar as autoridades. No momento, estamos falando de volta de treinos, jogos nem dá pra falar", continuou.

O atacante ainda falou sobre uma de suas preocupações quando o futebol voltar: o calendário apertado.

"Quando os jogos voltarem, uma coisa pela qual os jogadores vão ter que brigar é para não ter um calendário com jogos a cada dois dias, para ter um respeito aos atletas nesse sentido. Isso garante que o campeonato seja melhor, que o rendimento seja melhor", completou.

UOL Esporte vê TV