PUBLICIDADE
Topo

Saint-Etienne exige torcida na final da Copa da França contra PSG

Ryad Boudebouz comemora gol da vitória do Saint-Étienne diante do Rennes nas semifinais da Copa da França - Philippe Desmazes/AFP
Ryad Boudebouz comemora gol da vitória do Saint-Étienne diante do Rennes nas semifinais da Copa da França Imagem: Philippe Desmazes/AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/05/2020 15h49

Classificação e Jogos

O presidente do Saint-Etienne, finalista da Copa da França, declarou que seu time não aceitará jogar a final da competição, contra o PSG, com os portões fechados. A Federação Francesa de Futebol buscava uma maneira de fazer com que as equipes entrassem em campo em agosto, sem torcida.

"A Copa da França é o torneio mais bonito de todos, com uma grande união entre os torcedores. Nós vimos como é jogar uma partida com os portões fechados na rodada 12 do Campeonato Francês, contra o Nantes, e jogar sem público é uma catástrofe. Não posso imaginar nem um minuto jogar sem público uma final. O Saint-Etienne sem sua torcida não é o Saint-Etienne", declarou ao jornal L'Equipe, da França.

No último dia 30, a Liga de Futebol Profissional da França (LFP) anunciou o encerramento antecipado do Campeonato Francês, declarando o PSG campeão. Com o fim da competição, Olympique de Marselha (2º colocado) e Rennes (3º) garantiram vaga na próxima edição da Liga dos Campeões. O Lille (4º), por sua vez, ficou com uma das três vagas do país para a Liga Europa.

As outras duas vagas para a Liga Europa pertencem, a princípio, aos campeões da Copa da França e da Copa da Liga Francesa (a final é Lyon x PSG). Se as finais não forem disputadas ou se o PSG vencê-las, Reims (5º colocado do Campeonato Francês) e Nice (6º) herdam as vagas.

Futebol