PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Enderson venceu favoritismo do Inter, e façanha vira lição para o Cruzeiro

Em 2017, o América-MG de Enderson Moreira superou o favoritismo do Inter e faturou a Série B - Ale Cabral/AGIF
Em 2017, o América-MG de Enderson Moreira superou o favoritismo do Inter e faturou a Série B Imagem: Ale Cabral/AGIF

Do UOL, em Belo Horizonte

30/04/2020 04h00

No início da temporada, o Cruzeiro traçou como única e principal meta para 2020 o retorno à elite do futebol nacional. Com a chegada de Enderson Moreira, esse objetivo ganhou um acréscimo: subir para a Série A como campeão da segunda divisão, título que ele mesmo já conquistou por duas vezes. No entanto, apesar do favoritismo celeste, o treinador usa sua própria experiência para que o time não caia na ilusão de que a Série B será um passeio.

A primeira taça de Enderson na Segundona foi conquistada com o Goiás, em 2012. A mais recente veio com o América-MG, em 2017. Essa segunda conquista teve um gosto especial, uma vez que o Coelho desbancou ninguém menos que o Internacional, que subiu junto com os mineiros ao terminar a competição como vice-campeão daquele ano. E é isso que o atual técnico da Raposa quer evitar. Naquele ano, o Colorado relaxou em momentos importantes e que comprometeram o time na luta pelo título.

Para fazer uma boa Série B com o Cruzeiro, Enderson tem batido na tecla de que é preciso entender a competição. Apesar do mesmo modelo do Brasileirão, a Segunda Divisão também tem armadilhas que podem complicar grandes clubes. Com isso, o técnico vem estudando os nomes no mercado da bola para deixar o Cruzeiro mais experiente para jogar o torneio. Além do treinador, outros jogadores já foram sinceros quando questionados e também admitiram a necessidade de contratações. Do contrário, o clube correrá riscos de não conquistar o acesso.

Como a intenção é de fazer um Brasileiro sem sustos, a diretoria deu o aval para o treinador escolher quatro a cinco jogadores. O primeiro deles já foi oficializado: o meia Régis, que trabalhou com Enderson no Bahia. Apesar de momentaneamente paralisadas, as negociações deverão ser retomadas após a confirmação sobre a volta do calendário brasileiro. Os alvos continuam os mesmos: pelo menos dois laterais (um para cada lado) e um atacante de velocidade.

Cruzeiro