PUBLICIDADE
Topo

Atacante italiano reclama de 'treinar no parque' em retorno das atividades

Ciro Immobile reclama das definições do governo italiano e da incerteza sobre o futebol - Marco Rosi/Getty Images
Ciro Immobile reclama das definições do governo italiano e da incerteza sobre o futebol Imagem: Marco Rosi/Getty Images

Do UOL, em porto Alegre

29/04/2020 14h49

Classificação e Jogos

O atacante italiano Ciro Immobile reclamou da determinação do governo que mantém fechados centros esportivos. Com a perspectiva de retomada das atividades no país, o jogador não vê razão para "treinar em parques".

"Parece-me louco que você precise correr em um parque como o Villa Borghese (parque de Roma), em vez do Formello (Centro de Treinamentos da Lazio), onde temos seis campos e quatro entradas separadas", disse o jogador à Gazzeta dello Sport.

Segundo Immobile, até mesmo o controle de contato entre os jogadores seria mais fácil no CT.

"Podemos até nunca nos encontrar, treinando um de cada vez. Eu acho que é discriminatório, não sabemos o que fazer. Todos os jogadores que eu ouço não precisam esperar mais nada para voltar aos treinamentos. Se o motivo for o campeonato não recomeçar, que se diga claramente", reclamou.

Immobile cobra mais clareza das definições do governo sobre o futebol. A incerteza sobre o recomeço do Campeonato Italiano causa algum temor entre os atletas e profissionais dos clubes.

"Eu não aponto o dedo para ninguém, só quero saber quando posso voltar ao treinamento. Minha família e eu seguimos todas as instruções do Estado. E nós faremos isso novamente. Mas, ao mesmo tempo, gostaria de entender se é possível começar a fazer meu trabalho novamente", explicou.

"Existem muitas pessoas que vivem graças ao futebol. E eu não falo de jogadores da Série A que ganham salários muito altos e podem ficar parados, mas estou me referindo aos jogadores das ligas inferiores e a todos aqueles que trabalham graças ao futebol", acrescentou.

A Lazio está em segundo no Campeonato Italiano. O torneio foi paralisado na 26ª rodada. A Juventus lidera com 63 pontos, apenas um a mais que a equipe do atacante.

"Não digo isso porque o Lazio é o segundo e posso ser o artilheiro do campeonato. Eu diria para você de qualquer maneira. Queremos respostas como cidadãos italianos", finalizou.