PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Mattos vê planejamento atrasado e cita busca por atacante e zagueiros

Alexandre Mattos, diretor de futebol do Atlético-MG - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Alexandre Mattos, diretor de futebol do Atlético-MG Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/04/2020 23h05

Diretor do futebol do Atlético-MG, Alexandre Mattos declarou que o clube ainda deve se reforçar na temporada, mas que o planejamento para contratações está atrasado por conta da paralisação do futebol. O dirigente afirmou que as investidas do Galo no mercado da bola vão depender das análises de Sampaoli do elenco, mas adiantou que o time mineiro buscará um atacante e mais de um zagueiro.

"Mudou o mundo. Não temos noção de calendário, do que vamos disputar. O orçamento mudou. Primeiro, vamos arrumar a casa para depois ir ao mercado. [...] O Sampaoli vai avaliar melhor o elenco quando o time estiver jogando e a partir daí vamos saber onde precisamos contratar. Agora, em algumas posições, é de conhecimento geral que o Atlético precisa se reforçar. Precisamos de um atacante e de mais de um zagueiro. [...] Com os jogadores e o Sampaoli foram só dois dias. Perdeu-se um pouco do que planejamos. A gente poderia estar em um estágio mais avançado no processo daquilo que desejamos para este ano: um time competitivo e protagonista", declarou em entrevista ao Troca de Passes, do SporTV, hoje (28).

Alexandre Mattos elogiou a estrutura do Atlético-MG e ressaltou o processo de reorganização financeira por que o clube tem passado. Na opinião dos dirigentes, estes fatores serão importantes para atingir os próximos objetivos do time mineiro: montar uma equipe competitiva ainda em 2020.

"Há dois anos, o Atlético-MG vem em um processo de arrumar a casa financeiramente. A estrutura do Atlético é maravilhosa. E, com isso ajeitado, a gente consegue agregar valores no elenco dentro de um projeto. Temos que pensar neste ano, sim. Dar uma resposta. Assumir um papel de protagonismo no Campeonato Brasileiro. Mas temos que pensar no ano que vem também", completou.

UOL Esporte vê TV