PUBLICIDADE
Topo

Lukaku diz que quase todo grupo da Inter de Milão teve sintomas de covid-19

Romelu Lukaku, da Inter de Milão, revelou que 23 jogadores tinham sintomas de covid-19 - Getty Images
Romelu Lukaku, da Inter de Milão, revelou que 23 jogadores tinham sintomas de covid-19 Imagem: Getty Images

Do UOL, em Porto Alegre

22/04/2020 13h15

O centroavante belga Romelu Lukaku não escondeu sua preocupação e fez revelações sobre a pandemia de coronavírus no elenco da Inter de Milão. O jogador disse que 23 de 25 jogadores do elenco tiveram sintomas de covid-19.

As declarações foram ao canal de televisão VIER, da Bélgica. Segundo ele, os jogadores se apresentaram, após folga, com sintomas da doença.

"Quando voltamos, juro que 23 de 25 jogadores estavam doentes. Não estou brincando, jogamos contra o Cagliari (em janeiro), e depois de 25 minutos um de nossos defensores teve que deixar o campo, e quase desmaiou", disse citando Milan Skriniar.

"Todos estavam com febre, tossindo muito. Quando estava aquecendo, me senti muito mais quente do que o normal. Não sentia febre há anos. Depois do jogo, havia um jantar com convidados, mas agradeci e não fui. Não fizemos testes naquele momento, então, nunca teremos certeza", completou.

O período citado pelo jogador ocorreu entre dezembro e janeiro. Lukaku ainda reclamou da logística para liberação dos atletas.

"Diego Godín, meu colega, teve que pegar três voos para o Uruguai. E depois nos chamaram de volta", disse.

O jogador ainda revelou preocupação com o cenário na Itália, que registrou índices muito altos da doença.

"Eu tenho medo do vírus? Minha mãe tem diabetes. Este é o meu maior choque. Ela é minha melhor amiga. A cada quatro horas eu ligo para ver se ela precisa de alguma coisa. Claro que sinto mais falta do meu filho Romeu. O plano era trazer minha mãe e filho de volta à Itália. Eu tenho dois apartamentos aqui, mas obviamente agora não é hora deles voltarem", explicou.

Internazionale