PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

"Fui procurado por três equipes depois que deixei o Palmeiras", diz Felipão

Felipão em entrevista coletiva no CT do Palmeiras - reprodução/TV Palmeiras
Felipão em entrevista coletiva no CT do Palmeiras Imagem: reprodução/TV Palmeiras

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/04/2020 20h01

Em entrevista ao Expediente Futebol, do Fox Sports, hoje (22), o técnico Luiz Felipe Scolari, atualmente sem clube, admitiu que já foi procurado por três equipes brasileiras após sua saída do Palmeiras em 2019. Apesar de não ter chegado a um acerto com nenhum dos clubes, Felipão não descarta trabalhar no futebol brasileiro.

Aos 71 anos de idade, Felipão acredita que ainda pode contribuir muito com o futebol com seu conhecimento. O treinador se diz cheio de vitalidade e vontade em continuar trabalhando e disse que não negaria uma boa proposta da China, local onde já trabalhou por três anos.

"O que me faz pensar em voltar ao futebol aos 71 anos, tenho vitalidade, jovialidade, experiência, conhecimento, uma equipe técnica muito boa, com quem discuto esses conhecimentos e vontade de aplicá-los por mais três ou quatro anos. Acredito que posso ser melhor do que era dez anos atrás ainda. Se a China fizer um convite organizado, eu voltaria fácil. Adoro a China. Passei três anos maravilhosos lá. Mas não tem nenhum convite deste tipo. Não deixo de pensar de trabalhar no Brasil. Já fui procurado por três equipes depois que saí do Palmeiras", declarou.

Felipão ficou próximo de assumir o Boca Juniors

Além das equipes brasileiras, Felipão contou que sua principal proposta para retornar ao futebol partiu do Boca Juniors. O técnico explicou que a proposta estava condicionada ao resultado das eleições no clube argentino e que a chapa de Gabriel Batistuta, que o procurou, acabou derrotada.

"O Batistuta me procurou e foi muito correto. Se a chapa em que ele estava concorrendo vencesse, e ele assumisse como diretor de futebol do Boca Juniors, eu estava acertado para ser o treinador. Mas, existia uma votação e o grupo do qual fazia parte o Batistuta foi derrotado. Então, a proposta a deixou de existir", disse.

UOL Esporte vê TV