PUBLICIDADE
Topo

Mauro: "Copa das Confederações serviu para atrapalhar a seleção brasileira"

Do UOL, em São Paulo

21/04/2020 13h00

A vitória da seleção brasileira diante da Argentina por 4 a 1 na final da Copa das Confederações de 2005 foi reprisada no último domingo pela TV Globo, destacada por muitos como a maior atuação do Brasil desde o pentacampeonato mundial em 2002, mesmo que o time argentino não contasse com sua base principal, tendo apenas quatro titulares daqueles que estariam na Copa do Mundo da Alemanha no ano seguinte.

No podcast Posse de Bola #29, Mauro Cezar Pereira afirma que a Copa das Confederações atrapalhou a seleção brasileira e cita a badalação com três títulos conquistados às vésperas de Copas do Mundo e que foram seguidas de eliminações diante de europeus nos Mundiais.

Depois de 2002, o Brasil acumula quedas consecutivas diante de França (2006), Holanda (2010), Alemanha (2014) e Bélgica (2018), sendo que a seleção venceu a Copa das Confederações em 2005, 2009 e 2013, além do título de 1997, um ano antes da derrota para a França na final de 1998.

"[Título de 2005] foi uma mentira, como foi de 2013 para 2014, porque o Brasil ganhou daquela Espanha que estava aqui no Brasil muito mais a passeio, para dizer o mínimo, do que outra coisa. E que na Copa do Mundo de 2014 foi eliminada na fase de grupos. Uma campanha ridícula, porque aquela Espanha já estava virando o fio. Aí o Brasil viveu um ano da mentira, que ganhou de 3 a 0 da Espanha, coisa e tal, então a Copa das Confederações é a Copa da Mentira", afirma Mauro Cezar (disponível no vídeo acima a partir de 58:52).

"Achar que tantos anos depois, aquele jogo tenha tamanho significado, ele não tem. Na verdade, é o contrário, esses jogos serviram para atrapalhar o futebol brasileiro e a seleção brasileira, porque iludiram muita gente e chegou na hora H, o que aconteceu? São cinco eliminações para europeus consecutivas e em três ocasiões o Brasil era o campeão da Copa das Confederações, será coincidência?", completa o jornalista.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol