PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Conta de Neymar curte posts contra o governo; estafe fala em erro interno

Neymar e Jair Bolsonaro em encontro em Brasília, antes da Copa América 2019 - Reprodução/Instagram/Jair Bolsonaro
Neymar e Jair Bolsonaro em encontro em Brasília, antes da Copa América 2019 Imagem: Reprodução/Instagram/Jair Bolsonaro

Do UOL, em São Paulo*

19/04/2020 21h11

Apesar de jamais ter externado apoio, Neymar esteve nos últimos anos associado como uma personalidade simpática ao governo Jair Bolsonaro. A relação amistosa entre ambos os lados teve auge em 2019, quando o ídolo da seleção enfrentou acusação de estupro e ganhou gesto público de defesa do presidente da República.

Neste domingo, no entanto, a conta do craque do PSG no Twitter endossou críticas ao chefe da nação - pelo menos por algumas horas - e agitou um segmento dos internautas no Twitter. Procurado, o estafe do jogador respondeu sobre o tema, dizendo que estuda um erro interno da equipe de redes sociais.

A conta de Neymar curtiu uma postagem de Ciro Gomes (PDT) neste domingo, em que o candidato derrotado nas eleições presidenciais de 2018 critica a postura de Bolsonaro diante das recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) a respeito de distância social em tempos de crise do coronavírus. Hoje, o presidente confraternizou com apoiadores em Brasília, no conhecido corpo a corpo político.

Neymar curte tweet de Ciro Gomes com crítica a Bolsonaro - Reprodução/Twitter - Reprodução/Twitter
Neymar curte tweet de Ciro Gomes com crítica a Bolsonaro
Imagem: Reprodução/Twitter

"Vendo o gesto tresloucado de Bolsonaro hoje: PATIFE!", publicou Ciro hoje, em postagem curtida pela conta oficial de Neymar no Twitter.

Além do tuíte de Ciro, a conta com 46 milhões de seguidores também deixou seu "like" em outras postagens que criticavam apoiadores do presidente, que foram às ruas em manifestações contra a quarentena e o isolamento social. Uma dessas postagens veio da conta da jornalista Mônica Waldvogel, da GloboNews.

Veículos de imprensa do Brasil registraram a atividade do ídolo nas redes sociais, mas horas depois as curtidas desapareceram do perfil do atacante. A reportagem do UOL Esporte procurou o estafe do jogador, que nega que Neymar tenha curtido as postagens ou apagado as curtidas. Oficialmente, trabalha-se com a hipótese de erro na gestão de redes sociais do craque.

Ao contrário do Instagram, em que Neymar costuma conduzir as postagens, o Twitter do jogador tem um caráter mais empresarial, conduzido por um time de analistas de redes sociais.

Antes de sumirem, as curtidas de Neymar chamaram a atenção de muitos usuários do Twitter durante o domingo. Parte deles, crítica ao presidente, comemorou a suposta ação virtual do jogador.

Além do episódio da acusação contra Neymar em 2019, a relação da família Neymar com o governo também se evidenciou em abril do mesmo ano, quando o pai do jogador do PSG foi recebido por Paulo Guedes, ministro da Economia, e por integrantes da direção da Receita Federal. Na pauta, pendências tributárias do craque com a união.

*nota atualizada às 23:11

Futebol