PUBLICIDADE
Topo

Chelsea doará 78.000 refeições ao Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido

Vista do Stamford Bridge, estádio do Chelsea - REUTERS/Eddie Keogh
Vista do Stamford Bridge, estádio do Chelsea Imagem: REUTERS/Eddie Keogh

Do UOL, em São Paulo

16/04/2020 11h14

O Chelsea se propôs a doar 78.000 refeições ao Serviço Nacional de Saúde (NHS) do Reino Unido e a instituições de caridade que apoiam idosos e grupos vulneráveis em meio à pandemia do novo coronavírus. O anúncio foi feito pelo clube inglês em comunicado oficial.

As refeições gratuitas serão distribuídas diariamente por um período inicial de seis semanas, com aproximadamente 13.000 pratos por semana.

A iniciativa visa a ajudar a equipe do NHS que trabalha em turnos longos e, portanto, pode ter dificuldade para encontrar alimentos regularmente, além de apoiar os mais vulnerários durante o combate à covid-19.

"Estamos e sempre nos comprometendo a apoiar nossas comunidades, especialmente os vulneráveis, e atualmente reconhecemos que isso é mais importante do que nunca", disse Bruce Buck, presidente do Chelsea.

O Reino Unido registrou nas últimas 24 horas a morte de 861 pessoas em decorrência da infecção pelo novo coronavírus em hospitais, informou o Ministério da Saúde. Agora, o número de vítimas fatais desde o início da pandemia na região é de 13.729. Foi o maior aumento diário em cinco dias.

Chelsea