PUBLICIDADE
Topo

No Ibope prévio, Globo superou meta de audiência em reprise do penta

Ronaldo supera Oliver Khan e marca para o Brasil na final da Copa de 2002 - Murad Sezer/AP
Ronaldo supera Oliver Khan e marca para o Brasil na final da Copa de 2002 Imagem: Murad Sezer/AP

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

12/04/2020 18h12

A Globo conseguiu marcar bons índices de audiência na tarde de hoje (12) com a reprise da final da Copa do Mundo de 2002, que terminou com vitória da seleção brasileira sobre a Alemanha. O UOL Esporte apurou que a reexibição teve média de 21 pontos de Ibope prévio entre 15h46 e 18h08. O canal tinha como meta marcar pelo menos 18 pontos.

A transmissão teve pré-jogo, comandado por Galvão Bueno, Cléber Machado e Casagrande, e transmissão original, originalmente realizada no dia 30 de junho daquele ano. Com a meta batida, a emissora confirmou que fará o que adiantou o UOL Esporte, abrindo votação popular para as próximas reprises no horário.

No período em questão, a Globo apresentou média de 21 pontos, contra 7 do SBT e 5 da Record. Os dados podem sofrer alterações nos dados consolidados, que serão divulgados pelo Kantar Ibope amanhã (13). Este número prévio é uma referência usada pelos canais de TV para se guiarem durante uma exibição ao vivo, por exemplo.

Antes de a partida ir ao ar, a Globo exibiu pré-jogo de quinze minutos com Galvão Bueno, Cléber Machado e Casagrande. Nele, foi mostrado um vídeo do esporte da emissora explicando a transmissão especial por causa da pandemia do Covid-19. Convidado, o ex-lateral Cafu, capitão da seleção pentacampeão, relembrou histórias da competição.

Também participou do pré-jogo Paulo Roberto Falcão, ex-comentarista da Globo e ex-jogador. Ele analisou a partida novamente com os olhos de hoje e contou bastidores da transmissão original. Por fim, Luiz Felipe Scolari, técnico da seleção pentacampeã, enviou um vídeo falando sobre a conquista e disse que o título veio por conta de decisões corretas tomadas durante todo o torneio.

Jogadores da seleção de 1982 fazem campanha contra o coronavírus

UOL Esporte

Seleção Brasileira