PUBLICIDADE
Topo

Herói há dois anos, Gatito vê impasse em renovação com o Botafogo

Gatito Fernandez foi um dos heróis da conquista do Campeonato Carioca de 2018 - Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Gatito Fernandez foi um dos heróis da conquista do Campeonato Carioca de 2018 Imagem: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

08/04/2020 04h00

Apontado como um dos principais nomes do atual elenco do Botafogo, o goleiro Gatito Fernandéz tem contrato até o fim da temporada 2021. Porém, ainda que de maneira tranquila, tratativas para renovação de contrato já se ensaiam em General Severiano. O atual status que o camisa 1 tem junto à torcida alvinegra também tem muito a ver com a conquista do Campeonato Carioca de 2018, título do qual foi um dos heróis e que completa dois anos hoje (8).

Tanto Gatito quanto o Alvinegro já sinalizaram a intenção de renovar o vínculo. Porém, o impasse é o momento ideal para que o assunto possa ser colocado à mesa de forma definitiva.

A diretoria do Botafogo enxerga que avançar com as negociações agora pode não ser a melhor opção, uma vez que, em um novo contrato, seria discutido também um aumento salarial, o que foge da atual realidade do clube. Por outro lado, entende-se que Gatito é peça importante no grupo hoje comandado pelo técnico Paulo Autuori e tem identificação com o Glorioso.

"Eu tenho contrato até dezembro de 2021, mas com a boa campanha que estamos fazendo, tudo visa prolongar minha continuidade no clube. Eu quero ficar, me sinto confortável e feliz. O clube possui 100% do meu passe. Se algum outro estiver interessado, eles precisam conversar com o clube", disse o atleta de 32 anos, em recente entrevista à rádio 1080 AM, do Paraguai.

Durante a paralisação por conta da pandemia de coronavírus, o Alvinegro, assim como outros clubes, ainda aguarda para entender melhor o cenário financeiro. Recentemente, por exemplo, o Azeite Royal, então patrocinador master, rompeu contrato de maneira unilateral — também o fez com Flamengo, Fluminense, Vasco e Maracanã.

Enquanto isso, passos são dados rumo à S/A, projeto já aprovado pelo Conselho e que visa implantar uma nova fase no que diz respeito ao quesito monetário.

Gatito chegou a General Severiano em 2017, ano em que o time disputou a Libertadores. Na temporada seguinte, ao lado de Joel Carli, se tornou um dos nomes do título do Carioca, em final contra o Vasco. Com o gol do zagueiro já no fim do confronto, a disputa pelo título foi para os pênaltis. Foi a vez, então, do goleiro aparecer. Ele defendeu as cobranças de Werley e Henrique (último a cobrar) e garantiu a taça.

Botafogo