PUBLICIDADE
Topo

Pai e avô de Montillo morrem com suspeita de coronavírus na Argentina

Walter Montillo joga pelo Universidad de Chile e já passou pelo Santos, Cruzeiro e Botafogo - Reprodução/Twitter
Walter Montillo joga pelo Universidad de Chile e já passou pelo Santos, Cruzeiro e Botafogo Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

07/04/2020 21h03

O pai do meia argentino Walter Montillo, da Universidad de Chile, morreu hoje e levanta suspeitas de ter sido vítima do novo coronavírus.

Walter Óscar Montillo tinha 60 anos e faleceu na Argentina, onde vive a família do atleta. As informações foram publicadas pelo clube, em comunicado lamentando o óbito.

"A Universidad de Chile oferece as mais profundas e sinceras condolências à família de nosso querido Walter", escreveu o clube "Acompanhamos nosso ídolo nesses momentos dolorosos, estendendo apoio, carinho e força a essas perdas infelizes."

O idoso foi hospitalizado no último sábado (4) com problemas respiratórios e o diagnóstico de Covid-19 deve ser confirmado nas próximas horas.

A morte do pai não foi a única perda recente para a família do jogador: na semana passada, Montillo perdeu o avô paterno, Óscar. Aos 91 anos, ele apresentava sintomas semelhantes.

A Universidad de Chile concluiu: "Estamos com você, Walter".

O Santos também prestou condolências ao atleta no Twitter, lembrando sua trajetória pelo clube do litoral paulista —no Brasil, Montillo também jogou pelo Cruzeiro e pelo Botafogo.

"Nossos sentimentos ao atleta Walter Montillo pelo falecimento de seu pai, Walter Óscar Montillo. O Santos Futebol Clube lamenta profundamente e deseja muitas forças para a família do ex-jogador santista", diz a publicação.

Futebol