PUBLICIDADE
Topo

Robinho abre o jogo sobre Real, baladas em Manchester e Ibra vs Gattuso

Robinho sobe nas costas do companheiro de Milan Ibrahimovic - Claudio Villa/Getty Images
Robinho sobe nas costas do companheiro de Milan Ibrahimovic Imagem: Claudio Villa/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

03/04/2020 11h00

Robinho teve uma passagem pela Europa cheia de altos, baixos e causos que ficaram para a história. O jornal Marca reuniu declarações do brasileiro, o que chamou de "confissões de RObinho" sobre algumas destas histórias, falando sobre a passagem pelo Real Madrid, baladas, a "luta" de Ibrahimovic com Gattuso e mais.

Robinho chegou estreando muito bem no Real Madrid, a ponto de ser comparado rapidamente a Pelé. O brasileiro explicou porque preferiu o clube madrilenho.

"Quando o Real veio até mim, tinha um grande número de brasileiros e o técnico era o Vanderlei Luxemburgo, então, por que eu iria ao Barcelona?".

"Sei que muitos esperavam que eu ganhasse a Bola de Ouro. Quando Pelé te elogia, muita gente escuta. Mas nunca houve nem haverá um novo Pelé", acrescentou o veterano. "Minha estreia no Real foi genial. Tinha chegado no dia anterior, estava ansioso, mas foi perfeito. Quando recebi a primeira bola, dei um chapéu e embalei".

Apesar disso, sua saída do Real foi amarga. "Não me arrependo de sair, mas de ter acabado mal com ele. O Real foi o clube que me abriu portas. Me faltava maturidade e capacidade de saber parar, pensar com uma mente mais clara e considerar as consequências de minhas decisões. Só a idade podem te dar isso".

Na ida ao Manchester City, ele encontrou um ambiente diferente. "Gostei muito de Manchester: o clube, os restaurantes... e não vamos nos esquecer das discotecas. Gostava de me divertir. Mas os ingleses curtiam mais que os brasileiros. Joe Hart, Micah Richards e Shaun Wright-Phillips... Mas quando saíamos nós, os brasileiros, pegavam no nosso pé".

Ibra e Beckham

A relação com Ibrahimovic era curioso. "Ele gstava de dizer que convenceu o Milan a me contratar: 'Só está aqui por minha causa'. Era arrogante? Sim, mas no bom sentido. Era só confiança em seu talento. Para mim, ele é tudo que um atacante tem que ser: um showman e um vencedor."

Ainda sobre o sueco: "Em um treino, ele deu de desafiar Gattuso a uma luta de jiu-jítsu. Então, tínhamos esse zagueiro feroz contra Zlatan, um faixa-preta. Quem ganhou? Zlatan sempre ganha".

Robinho também elogiou David Beckham. "Ele estava sempre com os brasileiros. Era parte do nosso grupo."

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do que informado anteriormente, Robinho jogou no Manchester City e não no United. O erro foi corrigido.

Real Madrid