PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Sampaoli aprova corte de 25% em salário no Atlético-MG: "hora de colaborar"

Jorge Sampaoli, treinador do Atlético-MG, concorda com política de redução de salários adotada pela diretoria - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Jorge Sampaoli, treinador do Atlético-MG, concorda com política de redução de salários adotada pela diretoria Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

30/03/2020 15h51

Jorge Sampaoli se manifestou publicamente sobre a política de redução dos salários adotada pelo Atlético-MG. O técnico avalizou a medida com corte de 25% dos valores por meio de declaração publicada pelo site oficial do clube.

"Ninguém se salva sozinho. Isso acontece no mundo, em uma sociedade, em uma equipe ou em um clube. A realidade indica que um momento de entender o que está acontecendo e colaborar. Decidimos diminuir nosso salário. Isso vai além de ser solidário ou não: existe uma situação no planeta que se reflete na situação do clube e, como sou privilegiado, posso contribuir para tentar superá-la da melhor maneira", disse o técnico.

"Em um mundo de desigualdades, acredito que todos os privilegiados devem ajudar quem mais precisa. Espero que possamos sair desta pandemia transformados para melhor. É essencial cuidar de nós mesmos, de forma conjunta. Um grande abraço", acrescentou.

O UOL Esporte apurou que o técnico foi consultado pelo diretor de futebol Alexandre Mattos na noite de ontem (29) e deu sinal positivo sobre o corte feito em seus vencimentos. O dirigente informou a situação também ao restante do grupo de atletas.

Atlético-MG