PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV


Zico cita Itália e alerta Brasil sobre coronavírus: 'A coisa é séria'

Zico, ex-jogador do Flamengo - Masashi Hara/Getty Images
Zico, ex-jogador do Flamengo Imagem: Masashi Hara/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/03/2020 14h24

Ex-camisa 10 da seleção brasileira e do Flamengo, Zico falou sobre a pandemia de coronavírus. Em entrevista ao Os Donos da Bola, o Galinho recordou a chegada da covid-19 no Japão, país onde trabalha como dirigente do Kashima Antlers, e alertou os brasileiros.

"É um momento complicado. Eu vim do Japão tem uns 20 dias, a coisa estava começando lá. A minha preocupação com o Japão acabou se tornando aqui no Brasil. Porque, lá no Japão, todas essas recomendações que o pessoal faz, são seguidas durante o ano inteiro. Aqui no Brasil, a gente sabe, é um povo irreverente, um povo que, às vezes, pensa que as coisas não são sérias. (...) Temos que respeitar essas recomendações, porque a coisa é séria", opinou o ex-jogador.

Usando a Itália - que já soma mais de 63 mil casos de covid-19 - como exemplo, Zico aproveitou para fazer um pedido aos brasileiros em meio a esta 'guerra' contra o coronavírus:

"A gente tem que fazer a nossa parte aqui, ajudando as pessoas, pedindo para que fiquem em casa e só trabalhe aqueles que têm mesmo a necessidade. A gente tem que agradecer a toda essa comunidade de médicos, de imprensa, de garis, todos esses trabalhadores que precisam do seu ganha-pão para sobreviver. Eu acho que é o momento da gente se unir cada vez mais para que a gente possa vencer essa guerra", comentou o Galinho, que seguiu:

"A gente tem que tomar sempre o exemplo da Itália. O italiano é muito parecido com o brasileiro. Então, o brasileiro tem que estar muito atento para não se deixar influenciar".

UOL Esporte vê TV