PUBLICIDADE
Topo

Futebol

No caos do PSG, 3º goleiro falastrão aponta defeitos dos astros e técnico

Marcin Bulka, terceiro goleiro do PSG - C.Gavalle/PSG
Marcin Bulka, terceiro goleiro do PSG Imagem: C.Gavalle/PSG

Joçao Henrique Marques

Colaboração para o UOL, em Paris

24/03/2020 04h00

Sem chances para atuar no Paris Saint-Germain, o polonês Marcin Bulka, terceiro goleiro do time nesta temporada, tem balançado os bastidores do clube com a fama de "falastrão". Verratti, Di Maria, Neymar, Tuchel... foram muitas figuras do vestiário já expostas em entrevistas do colega bom de papo. O comportamento forçou até Bulka a pedir desculpas públicas a elenco e dirigentes.

O polonês alega que não tem maldade. Comenta episódios curiosos de quem convive com ídolos e acredita que o sensacionalismo de parte da imprensa o prejudicou no PSG. Alguns comentários foram encarados como duros ou desnecessários. Como foi o caso de expor piadas contadas pelo treinador Thomas Tuchel internamente com o elenco. O goleiro já atingiu até ex-companheiros, como os belgas Courtois e Hazard - ele jogou no Chelsea antes de transferir-se ao PSG, em 2019.

O UOL Esporte listou algumas frases ditas pelo goleiro que incomodaram. A exceção ficou por conta do francês Kylian Mbappé, bastante elogiado por Bulka.

Sobre Neymar

"Ele adora mudar o cabelo. Um dia chegou de boné, e quando tirou, vi que estava com rastafari. Pensei: Meu Deus, Bob Marley está vivo? Ele tem seus rituais. Fica dançando antes dos jogos. Deve ser alguma dança brasileira."

Sobre Di Maria

"Ele é f... Adora fazer piada com os outros. Tem uma rotina estranha, todo dia faz a mesma coisa. No ginásio, sempre tem que usar a mesma bicicleta. Uma vez tinham sete duchas vazias e o Bakker (lateral holandês) estava tomando banho na que ele sempre usava. O Di Maria não quis usar outra e pediu para o Bakker sair do banho. Eu que tive que explicar ao Bakker, pois o Di Maria mora há sete anos na França e não fala nada de francês. Quando ele sai do banho, também tem um ritual para se secar."

"O Di Maria odeia o período em que jogou no Manchester United. Cada vez que colocam em alguma partida deles, ele vai até a televisão e muda de canal."

Sobre Mbappé

"O Mbappé quando acelera é impossível de parar. Mas não só em campo que é um craque. Esse cara é fantástico, ótima pessoa. Acho impressionante a maturidade que ele tem. Quando eu cheguei no PSG, o Meunier me avisou: 'esse Mbappé fala muito'. As vezes eu noto que ele está falando sozinho, é algo incrível."

As piadas de Tuchel

"Voltando de um jogo, enquanto estávamos esperando o voo no aeroporto, o painel anunciou um voo para Barcelona. O Tuchel olhou para nós e disse: 'gente, fiquem de olho no Neymar'. Todos rimos. Logo depois, o painel anunciou um voo para a Ibiza, e o Tuchel provocou: 'gente, agora fiquem de olho no Verratti'."

Sobre Tuchel e dirigentes

"O Tuchel e os dirigentes me prometeram que eu jogaria pelo PSG. Às vezes me sinto mais capaz que o Navas e o Sergio Rico (outros goleiros do time), mas não cumpriram com a promessa que fizeram comigo."

Ex-companheiros criticados

Courtois

"Tem um ego gigantesco. Se comete um erro colossal, se aproxima ao treinador e começa a dizer: 'esse defensor estava mal colocado, ou deveria ter feito isso'. Nunca aceita que tenha culpa."

Hazard

"Ele é um amante de pizza e hambúrguer. Todo o momento se via comendo isso, ou em restaurantes do gênero. No Chelsea isso não foi um problema, mas noto que no Real Madrid, sim. Acho que ele está com problemas com o peso. Só que ele é um cara divertido, e adora o futebol."

Futebol