PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Fàbregas culpa ex-companheiros do Arsenal por seu retorno ao Barcelona

Cesc Fabregas em ação pelo Chelsea - Catherine Ivill/Getty Images
Cesc Fabregas em ação pelo Chelsea Imagem: Catherine Ivill/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

24/03/2020 11h13

Atualmente defendendo o Mônaco, Cesc Fàbregas relembrou o contexto de seu retorno ao Barcelona. Em entrevista ao podcast "Arseblog", o jogador disse que a maioria de seus companheiros de equipe não estava no "nível dele".

Fàbregas disse que apenas Robin van Persie e Samir Nasri estavam no mesmo "nível mental e técnico" que ele no clube inglês. O jogador era capitão do Arsenal quando retornou ao clube catalão em 2011 e admitiu que estava "sofrendo" nos seus últimos anos sob o comando de
Arsene Wenger.

"Tive que liderar esse time para ganhar alguma coisa? Dei tudo", disse Fàbregas.

Melhores momentos de Fabregas no Barcelona

"Às vezes eu costumava ir para casa depois que perdíamos e chorava, sofria, passava noites sem dormir sofrendo. E então você perde um jogo, entra no ônibus destruído e ouve alguns jogadores rindo, pensando para onde sairão mais tarde. Isso durou alguns anos", completou.

A "desistência" de sua carreira no Arsenal teria surgido depois de não ter conseguido um título na temporada 2010/2011. "Naquele dia que perdemos, eu meio que desisti, infelizmente. É uma palavra muito ruim de se dizer, mas eu estava exausto mentalmente, não achava que conseguiria mais", contou Fàbregas.

Depois de ter defendido o Barcelona entre 2011 e 2014, Cesc Fàbregas ainda passou cinco anos no Chelsea antes de ir ao Mônaco. A ida do jogador ao clube francês marcou o reencontro do espanhol com o agora técnico Thierry Henry. Eles atuaram juntos no Arsenal no começo dos anos 2000.

Esporte