PUBLICIDADE
Topo

Em briga por vaga no Botafogo, Fernando diz estar 100% e elogia Autuori

Lateral-direito Fernando começou 2020 lutando com Barrandeguy por vaga no time titular - Vitor Silva/Botafogo
Lateral-direito Fernando começou 2020 lutando com Barrandeguy por vaga no time titular Imagem: Vitor Silva/Botafogo

Alexandre Araújo e Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

23/03/2020 04h00

Titular no confronto com o Bangu, último do Botafogo antes da paralisação das competições devido ao surto de contágio de coronavírus, Fernando tem protagonizado uma briga pela vaga na lateral direita com o Federico Barrandeguy, reforço recém-chegado a General Severiano.

Os dois, neste início de temporada, lutam por espaço no elenco do técnico Paulo Autuori. Até o momento, Fernando esteve em campo em cinco oportunidades, enquanto o uruguaio foi titular em quatro. Marcinho, apontado como 'dono' da posição, se recupera de uma artroscopia no no joelho direito.

Durante o confronto do último dia 15, Fernando, que havia acabado de se recuperar de lesão, sentiu um desconforto e foi substituído, mas celebra o fato de ter conseguido chegar aos 100% neste período sem partidas.

"A disputa é natural, faz parte. Cada um brigando pelo seu sempre pensando em ajudar o Botafogo", disse, ao UOL Esporte, o lateral, que completou:

"Estou me sentindo bem. Pude retornar aos gramados no nosso último jogo, acabei sentindo um desconforto durante a partida devido a um trauma, mas, graças a Deus, não foi nada demais e com essa parada já consegui me recuperar e estou 100%".

O jovem comentou ainda o trabalho que Autuori vem realizando à frente da equipe. O treinador chegou ao Alvinegro no meio de fevereiro, substituindo Alberto Valentim, demitido após resultados abaixo do esperado.

"O Autuori é um treinador experiente, entende muito de futebol e está conseguindo implementar aos poucos o que ele quer para a equipe e acredito que a equipe ainda vai evoluir bastante com ele. Tem procurado manter o que tínhamos de bom com o Alberto e acrescentar o que ele quer para a equipe. Ele procura sempre mostrar dentro de campo nos treinos e em vídeos os posicionamentos, movimentos que devemos fazer em campo e isso não só para a lateral, mas para todas as posições", apontou.

Cria da base do Botafogo, Fernando já foi alvo de críticas da torcida alvinegra. Ele, porém, considera que as reclamações da arquibancada fazem parte da rotina e garante que procura não levar os protestos para dentro de campo.

"Eu mantenho a cabeça boa para isso, faz parte do futebol. O Botafogo é um clube grande e esse tipo de cobrança é normal. Diversos jogadores que passaram e outros que estão aqui foram cobrados e depois aplaudidos. Então, procuro ficar tranquilo e não levo isso para dentro de campo. Sempre dou meu máximo para desempenhar meu melhor e vejo torcedores também me apoiando. Os dois lados sempre vão existir", assegurou.

Acompanhando companheiros na Europa

Em 2019, Fernando teve uma passagem o Lille, da França, país em que o presidente Emmanuel Macron declarou, recentemente, estar enfrentando uma guerra contra o coronavírus.

"A situação na Europa é delicada e é importante que a gente siga as orientações para não chegarmos em situação similar de quem vive lá se encontra hoje. O pessoal com quem joguei no Lille também está na mesma situação treinando em casa e evitando o máximo sair".

Assim como diversos outros clubes brasileiros, o Botafogo está com as atividades suspensas por tempo indeterminado e, inclusive, deve dar férias antecipadas aos jogadores.

"Venho mantendo a forma fazendo exercícios dentro de casa mesmo, tenho procurado não sair, é importante que todos evitem sair o máximo possível e só saiam de casa se não tiverem opção. E quando não estou treinando, tento distrair a cabeça com filmes, séries, jogos..."

Botafogo