PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV


Edmundo defende conclusão de competições no Brasil: 'Nossa história'

Edmundo no programa "Expediente Futebol", do Fox Sports - Reprodução/Fox Sports
Edmundo no programa "Expediente Futebol", do Fox Sports Imagem: Reprodução/Fox Sports

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/03/2020 21h41

O ex-jogador Edmundo afirmou que, apesar da paralisação do futebol brasileiro causada pela pandemia mundial de Coronavírus, os campeonatos devem ter campeões. Ainda na opinião do comentarista, até mesmo o mata-mata no Campeonato Brasileiro é uma solução viável para que a competição se adapte ao calendário mais curto.

"É importante ter campeões estaduais, campeões nacionais. É importante. Faz parte da nossa história. Como a gente vai contar a nossa história, dizendo que em 2019, o campeão da Libertadores foi o Flamengo e que em 2020 não teve? Não dá! Tem que ter campeonato, mesmo em um curto espaço de tempo, e a melhor forma para isso é fazer um campeonato de mata-mata, com menos rodadas e mais chances para times que estão vivendo um momento financeiro difícil", opinou Edmundo em participação no Expediente Futebol, do Fox Sports, hoje (23).

Para Edmundo, esticar calendário até o fim de dezembro chega a ser desumano. O ex-jogador afirmou que jogar nesta época do ano é muito difícil por conta do calor excessivo.

"A gente tem um calor no fim do ano que é desumano aqui no perído de dezembro e janeiro. Muito ruim para a prática do futebol, mesmo à noite. No período mais quente do ano, o futebol deve ser paralisado aqui, assim como é na Europa. A situação do Coronavírus pegou todo mundo de surpresa, então a gente tem que se adaptar. O calendário vai ficar mais curto, então a gente faz um campeonato mais curto", complementou.

UOL Esporte vê TV