PUBLICIDADE
Topo

Estreia de Zagallo na seleção brasileira de 1970 completa 50 anos

Zagallo comanda a seleção brasileira durante a Copa do Mundo de 1970, no México - Mario De Biasi/Getty Image
Zagallo comanda a seleção brasileira durante a Copa do Mundo de 1970, no México Imagem: Mario De Biasi/Getty Image

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

22/03/2020 20h05

A estreia de Zagallo como treinador efetivo da seleção brasileira completa 50 anos neste domingo (22). O tetracampeão mundial assumiu o comando da equipe do Brasil numa vitória sobre o Chile por 5 a 0 no Morumbi, gols de Pelé (dois), Roberto Miranda (dois) e Gérson.

O amistoso já fazia parte da preparação do time brasileiro para a Copa do Mundo de 1970, no México. Zagallo assumiu o comando da seleção brasileira oito dias depois da queda de João Saldanha, que aconteceu após um empate por 1 a 1 com o Bangu em Moça Bonita, no Rio.

A estreia oficial de Zagallo marcou o terceiro jogo dele como treinador da seleção do Brasil. Em 1967 e 1968, ele esteve à frente do time de forma interina, durante a passagem de Aymoré Moreira.

Naquela ocasião, Zagallo estava em alta com o Botafogo. A equipe se sagrou bicampeã carioca em 1967 e 1968, além de conquistar o título da Taça Brasil em 1968. Na seleção, o técnico foi responsável por escalar Gérson, Pelé, Jairzinho, Tostão e Rivellino juntos.

O quinteto foi escalado como titular já no fim da preparação para o Mundial, no dia 17 de maio de 1970, no penúltimo amistoso antes da estreia. O adversário foi o Deportivo Léon, já em território mexicano. O Brasil ganhou por 5 a 2.

A estreia da seleção aconteceu 17 dias depois, com triunfo por 4 a 1 sobre a Tchecoslováquia. Até a final diante da Itália, no dia 21 de junho, o Brasil derrotou Inglaterra (1 a 0), Romênia (3 a 2), Peru (4 a 2) e Uruguai (3 a 1).

Zagallo comandou a seleção ininterruptamente até julho de 1974. A saída aconteceu após a campanha de quarto lugar na Copa da Alemanha. Ele só voltou ao cargo em dezembro de 1994, na vaga de Carlos Alberto Parreira - ao seu lado, como coordenador técnico, ele conquistou o tetra mundial nos Estados Unidos. Zagallo deixou a seleção após a derrota para a França no Mundial 1998, com total de 138 partidas à frente do time.

Futebol