PUBLICIDADE
Topo

Como foi a temporada 2020 do Grêmio antes da paralisação

Grêmio teve um início de ano promissor e estava jogando bem, na avaliação de Renato Gaúcho - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Grêmio teve um início de ano promissor e estava jogando bem, na avaliação de Renato Gaúcho Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

22/03/2020 04h00

O Grêmio abriu a temporada empolgado pelos reforços e impactado pelas demissões. Enquanto a diretoria buscava jogadores para suprir carências crônicas do elenco, integrantes da comissão técnica eram desligados. Ao todo, foram contratações e sete desligamentos de profissionais dos bastidores. Tudo em meio à pré-temporada. Em campo, o time oscilou.

Renato Gaúcho apresentou uma variação ao modelo de jogo adotado desde 2017. Saiu a posse de bola esmagadora e entrou um time mais reativo. Que espera o adversário se abrir.

Antes de o treinador adotar o 4-3-3 com três volantes (Lucas Silva, Maicon e Matheus Henrique) em jogos decisivos, o Grêmio passou por uma turbulência nos bastidores.

Depois de uma semana de treinos, preparador físico e treinador de goleiros foram demitidos. Além deles, também foram desligados fisiologistas, fisioterapeuta e assessor de imprensa. Uma medida definida como ruptura da autogestão do vestiário multicampeão desde 2016.

Aproveitamento do time no ano

O Grêmio disputou 13 jogos oficiais na temporada, entre Campeonato Gaúcho e Copa Libertadores. Ganhou oito, empatou dois e perdeu três. Os números equivalem a 66,6% de aproveitamento. Foram marcados 20 gols e sofridos nove.

Qual a avaliação da comissão técnica e o time ideal

Renato Gaúcho entende que o Grêmio vive bom momento, mesmo com três derrotas que fizeram barulho. O treinador vê o time se adaptando bem a ausência de meias de origem — Jean Pyerre voltou a jogar há pouco e Thiago Neves ainda não tem 100% de ritmo físico.

A estreia na Libertadores com vitória fora de casa, diante do América de Cali-COL, deu fôlego. Mas os tropeços no Campeonato Gaúcho incomodam. Sobretudo a derrota na final do primeiro turno, contra o Caxias. O plano gremista era vencer a Taça Ewaldo Poeta e ter mais tranquilidade na segunda parte do estadual.

Nos dois clássicos contra o Inter, o 4-3-3 que espera contra-ataque se mostrou inconsistente. Mesmo com um jogador a mais no primeiro Gre-Nal do ano, o Grêmio terminou sendo pressionado por um adversário cheio de intensidade.

O time ideal nos bastidores: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, Kannemann e Caio Henrique; Lucas Silva, Matheus Henrique, Pepê, Jean Pyerre e Everton; Diego Souza

Surpresa positiva: Diego Souza

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Contratado após deixar o Botafogo, o ex-volante e atual centroavante chegou cercado de críticas. Acumula cinco gols em cinco jogos e é o artilheiro do time.

Uma decepção: Everton Cebolinha

Pedro H. Tesch/AGIF
Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Artilheiro do Grêmio em 2018 e 2019, Everton ganhou nova função nos jogos com o 4-3-3. Escalado mais centralizado, longe das laterais do gramado, Cebolinha perdeu protagonismo.

Precisa de reforços?

O Grêmio procura um novo centroavante no mercado. Com André fora dos planos, mesmo que siga em Porto Alegre e esteja legalmente vinculado ao clube, os dirigentes vasculham o mercado para fechar com um nome que possa dividir com Diego Souza a missão de fazer gols.

Estatísticas

Artilheiro: Diego Souza (cinco)
Líder em assistências: Everton (quatro)
Desarmes: Lucas Silva (22)
Quem mais jogou (minutos): Vanderlei (990 minutos/11 jogos)
Quantos jogadores foram a campo: 28 jogadores

Qual foi o melhor jogo e o pior?

A melhor atuação do Grêmio foi diante do América de Cali, na estreia do grupo E da Copa Libertadores. Fora de casa, o time de Renato fez uma apresentação segura e efetiva. O placar de 2 a 0 traduz bem o desempenho em terras colombianas.

O pior jogo do Grêmio em 2020 foi contra o Aimoré, na última rodada da fase de classificação do primeiro turno do Gauchão. Em São Leopoldo, o time chegou a levar 2 a 0 e escapou de uma goleada. No final, descontou com Diego Souza.

Grêmio