PUBLICIDADE
Topo

Peres revela sondagem por Soteldo e lembra tentativa de manter Gabigol

Gabigol comemora gol do Santos contra o São Caetano - Ivan Storti/Santos FC
Gabigol comemora gol do Santos contra o São Caetano Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

21/03/2020 12h41

O venezuelano Yeferson Soteldo, que renovou recentemente contrato com o Santos, atraiu interesse da Inter de Milão (ITA), mas as negociações sequer foram abertas diante da pedida do presidente José Carlos Peres: 35 milhões de euros (R$ 190 milhões, na cotação atual).

O mandatário santista revelou que o valor era negociável, mas os italianos não responderam mais após o primeiro contato do diretor Piero Ausilio.

"Soteldo é um jogador jovem que tem habilidades sensacionais. Ele é um jogador que decide os jogos. Todos os grandes times do Brasil me perguntaram, times Premier League, como o Everton, querem e tem muitos pedidos da Espanha. Apesar da decepção que tivemos com a história de Gabigol, eu queria dar a preferência ao Piero Ausilio, e com uma contraproposta de 20 a 25 milhões de euros, teríamos nos sentado para negociar, mas ele não respondeu", afirmou Peres em entrevista ao site "calciomercato.com".

A "decepção" com Gabigol citada pelo presidente santista também foi explicada na entrevista ao site italiano. O presidente santista contou que fez uma tentativa para manter o centroavante na Vila Belmiro após a temporada em que o jogador atuou por empréstimo no Peixe, mas não teve sucesso.

"Pegamos Gabriel Barbosa no fundo do poço; depois de apenas jogar no banco da Inter, estava emprestado ao Benfica. Ele já havia desvalorizado, e o jogador tinha a moral sob os calcanhares. Nós o colocamos e o fizemos se sentir em casa. Ele jogou muito e marcou muitos gols. Ele queria ficar aqui: liguei para a Inter e ofereci Lucas Veríssimo mais 4 milhões, mas eles preferiram dar ao Flamengo por 20 milhões parcelados. Uma pena", disse Peres. O atacante se transferiu ao Flamengo por empréstimo logo após sair do Santos e foi adquirido em definitivo pelos cariocas no início desta temporada.

Ainda na entrevista, o presidente santista falou que recebeu contato da Juventus (ITA) pelo centroavante Kaio Jorge e respondeu com o valor da multa rescisória, mas afirmou que está disposto a negociar.

"Estávamos negociando com base em 30 milhões (de euros), mas não apenas com eles. Duas outras empresas italianas são muito ativas, além da francesa, das quais, no entanto, como nenhuma notícia foi publicada na imprensa, não posso revelar os nomes", despistou.

Santos