PUBLICIDADE
Topo

Inter conversou com a Conmebol e observou data Fifa para paralisar treinos

O Inter está com atividades suspensas por tempo indeterminado em razão da pandemia - REUTERS/Diego Vara
O Inter está com atividades suspensas por tempo indeterminado em razão da pandemia Imagem: REUTERS/Diego Vara

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

19/03/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Para decidir pela paralisação de atividades, o Inter consultou a Conmbol e observou uma data-Fifa.
  • Sem chance de voltar a ter competições oficiais nas próximas três semanas, o clube optou por interromper reinos.
  • Não há previsão para retomada de atividades.
  • Enquanto isso, a direção tenta medir o impacto financeiro da falta de partidas.

O Internacional não decidiu paralisar suas atividades, por tempo indeterminado, à toa. A direção do clube entrou em contato com a Conmebol e observou a proximidade de uma data Fifa para optar pela suspensão dos treinos.

A decisão foi informada na última terça-feira (17). Em entrevista coletiva, o diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano, o vice de futebol Alessandro Barcellos e o médico Luis Crescente oficializaram a parada em razão do coronavírus (covid-19) e divulgaram os próximos passos.

E a decisão, sob ponto de vista técnico, é embasada na falta de partidas marcadas ou mesmo perspectiva de retomada de competições.

"Nós tínhamos a informação da paralisação de mais uma semana. E na outra não teria como recomeçar [os jogos]. Em seguida vem uma data Fifa, com a Eliminatória [à Copa de 2022] suspensa. Conversamos com a Conmebol, com a CBF, não temos uma data prevista para a retomada nem mesmo uma previsão para ao menos nas próximas três semanas. Por esta série de fatos, que estabelecem que não teremos atividades oficiais, optamos por paralisar as atividades por tempo indeterminado. Caso surja algo novo, passaremos para vocês", disse Caetano.

O Internacional irá realizar exames e vacinação nos jogadores. Em pequenos grupos, os atletas se apresentarão para avaliação na sexta-feira (20). Além disso, o clube passou uma série de exercícios físicos e cuidados a serem tomados pelos jogadores no período de inatividade.

A direção, enquanto isso, se preocupa com o regresso das competições. O contágio em diferentes estágios no país ou em outros países pode desequilibrar o processo de retorno. Além disso, o Inter mede o impacto financeiro da falta de partidas.

"Como em qualquer grande empresa, como nos países, o impacto financeiro é brutal. Mas não é só no Inter, é global. Não sabemos quantificar agora, é tudo muito novo, só lá na frente vamos saber exatamente o tamanho do estrago. Mas o que não queremos hoje é um estrago na saúde das pessoas", completou Caetano.

O Campeonato Gaúcho está ameaçado de cancelamento. A Libertadores e as competições nacionais suspensas. Com isso, o Inter aguarda para definir seus próximos passos.

Internacional