PUBLICIDADE
Topo

Lesão tirou Messi de jogo contra Alemanha na Copa 2006, revela zagueiro

Messi durante treino da seleção da Argentina em Hamburgo, na Alemanha, na Copa do Mundo de 2006 - Timothy A. Clary/AFP
Messi durante treino da seleção da Argentina em Hamburgo, na Alemanha, na Copa do Mundo de 2006 Imagem: Timothy A. Clary/AFP

Do UOL, em São Paulo

18/03/2020 13h54

A imagem de Messi sentado no banco de reservas de braços cruzado no jogo Argentina e Alemanha, válido pelas quartas de final da Copa do Mundo de 2006 foi um assunto que rendeu polêmica durante muito tempo entre os argentinos. Afinal, por que o argentino não entrou em campo no jogo eliminatório?

Na época, o técnico argentino Jose Pekerman alegou que a decisão foi tática. Messi não havia jogado bem contra o México, tomou decisões ruins e, naquele momento, contra a Alemanha, ele precisava de alguém para melhorar o jogo aéreo — os alemães venceram por 4 a 2 nos pênaltis.

Agora, 14 anos depois do mundial, o zagueiro Leandro Cufré revelou em entrevista ao Clarín porque o técnico não colocou Messi naquele jogo decisivo.

"Pekerman, como é um cavalheiro, nunca disse que Messi estava protegido contra a Alemanha. Quase não podia correr. Não tinha condições devido à sua lesão. Pekerman poderia ter contado, porque o país caiu em cima, mas decidiu não dar desculpas", disse Cufré. Prestes a assumir a função de diretor técnico, Cufré diz que hoje entende a decisão de Pekerman.

"A imagem de Messi no banco foi dura, correu o mundo, ele queria jogar. Como esses craques que ficam tristes quando perdem. Se chateia porque querem ganhar tudo e jogar bem", disse Pekerman ao comentar assunto logo após o ocorrido.

Messi tinha 19 anos em 2006 e chegou ao Mundial se recuperando de uma lesão. Ele não entrou em campo contra a Costa do Marfim, jogou alguns minutos contra Sérvia e Montenegro, partida em que marcou um gol, e foi parte da equipe no empate contra a Holanda, quando os atacantes titulares foram poupados. Nas oitavas, contra o México, jogou apenas alguns minutos e viu a partida contra os alemães do banco de reservas.

Futebol