PUBLICIDADE
Topo

Sem acerto com Mineirão, Cruzeiro vira mandante no Horto após seis meses

Torcida do Cruzeiro toma as arquibancadas do Independência - Washington Alves/Cruzeiro
Torcida do Cruzeiro toma as arquibancadas do Independência Imagem: Washington Alves/Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

15/03/2020 04h00

Classificação e Jogos

Na tarde de hoje (15), o Cruzeiro pisa no gramado do Independência pela primeira vez em 2020. Pelo Campeonato Mineiro, às 16h, o time enfrenta o Coimbra, equipe de Contagem que manda suas partidas no Horto, mas que estará na condição de visitante. A diretoria celeste não entrou em um acordo com o Mineirão e optou por usar o estádio do América-MG, que apresenta um custo operacional menor que o Gigante da Pampulha.

A última partida do Cruzeiro como mandante no Independência foi no início de setembro. Naquela ocasião, comanda por Rogério Ceni, a equipe perdeu por 4 a 1 para o Grêmio, em partida válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo foi marcado porque um festival de música ocupou o Mineirão.

Nos bastidores, a relação do Cruzeiro com a Minas Arena, gestora do estádio, já não era nada boa. Ainda no ano passado, o contrato entre as partes, firmado em 2012, foi rompido por causa dos pagamentos não efetivados pelo Cruzeiro.

Somando dívida, multas e juros, a Minas Arena alega que o Cruzeiro deve cerca de R$ 47 milhões. O clube, por outro lado, alega que a pendência gira em torno de R$ 20 milhões, valor que a concessionária já se mostra interessada em receber no caso de uma renegociação do contrato. Mas há impasse sobre os custos que cabem a cada parte. Até o ano passado, por exemplo, o Cruzeiro pagava 70% dos custos operacionais, além de receber outras vantagens nos dias de jogos. Desta vez, o porcentual não é mais considerado satisfatório para o Mineirão. Por isso, todos as partidas da Raposa no Gigante da Pampulha até o momento foram realizadas com acordos pontuais.

Além do jogo de hoje, o Cruzeiro também não descarta mandar a partida contra a URT no Independência. O jogo será válido pela 10ª rodada do Mineiro, o último da Raposa em Belo Horizonte na primeira fase. A diretoria também estuda mandar partidas da Série B no Horto. Antes disso, porém, a tendência é que a equipe tenha que mandar alguns jogos fora da capital mineira, já que foi punido com a perda de sete mandos de campo por causa de confusões protagonizadas pelos seus torcedores em 2019. Ainda cabe recurso

Vale lembrar também todos os jogos da nona rodada do Campeonato Mineiro serão realizados com os portões fechados. Isso aconteceu porque a Federação Mineira considerou as orientações do Ministério da Saúde para conter a pandemia de coronavírus.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO x COIMBRA

Motivo: 9ª rodada do Mineiro
Data/Hora: 15/03/2020, às 16h (de Brasília)
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Wanderson Alves de Souza
Assistentes: Augusto Magno de Ramos e Rodney Faria Lima

Cruzeiro: Fábio; Edílson, Cacá, Arthur e Rafael Santos; Filipe Machado, Jadsom, Jean (Everton Felipe) e Maurício; Thiago e Marcelo Moreno. Técnico: Adilson Batista.

Coimbra: Glaycon; Alex Silva, Danilo, Breno e Thiago; Thomás, Lucas Pinheiro; Thalis, João Vitor, Diogo Henrique; Bruno Mineiro. Técnico: Diogo Giacomini.

Cruzeiro