PUBLICIDADE
Topo

Não foi só Adilson Batista! Cruzeiro também demite diretor Ocimar Bolicenho

Ocimar Bolicenho deixa o cargo de diretor de futebol do Cruzeiro após derrota por 1 a 0 para o Coimbra - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Ocimar Bolicenho deixa o cargo de diretor de futebol do Cruzeiro após derrota por 1 a 0 para o Coimbra Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

15/03/2020 18h53

Classificação e Jogos

Adilson Batista não foi o único demitido pelo Cruzeiro após o revés para o Coimbra por 1 a 0, na tarde de hoje (15). O diretor de futebol Ocimar Bolicenho também foi demitido por causa da fase recente do time.

O executivo de futebol foi quem comunicou a sua saída do clube. A demissão foi feita por Carlos Ferreira Rocha, gestor da equipe.

"Na quinta-feira, eu já tinha colocado o meu cargo à disposição depois do ocorrido. E agora a gente está oficializando isso. Eu queria agradecer a vocês pelo convívio e pedir desculpas por algum inconveniente. Saio de cabeça erguida, com a certeza de que fiz o trabalho mais honesto possível e dentro daquilo que era planejado, conquistar o acesso à Série A", disse Ocimar Bolicenho ao fim do confronto válido pela nona rodada do Campeonato Mineiro.

"Sabia da responsabilidade do Estadual, da importância do Estadual, mas nunca se prometeu nada em relação ao Estadual. É assim que acontece no futebol, fica o meu agradecimento a vocês", acrescentou.

Carlos Ferreira Rocha ainda falou sobre o assunto e fez elogios ao ex-diretor de futebol cruzeirense: "O Ocimar também prestou um grande trabalho pelo Cruzeiro. É experiente, um grande nome do futebol. Quero agradecê-lo pelos serviços prestados. Não adianta render assunto em um momento de angústia".

Cruzeiro