PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: Jogo do Brasileirão Feminino no DF será com portões fechados

Pessoas utilizam máscaras de proteção contra o coronavírus em hospital de Brasília (DF) - ADRIANO MACHADO
Pessoas utilizam máscaras de proteção contra o coronavírus em hospital de Brasília (DF) Imagem: ADRIANO MACHADO

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

12/03/2020 12h22

O Brasil deve ter o primeiro evento sob protocolo do coronavírus neste sábado (14), às 15 (de Brasília), em Gama, no Distrito Federal. Como alternativa ao decreto do governador Ibaneis Rocha (MDB),o confronto entre Minas Icesp x Ponte Preta, em Gama e válido pela quinta rodada do Brasileirão Feminino da Série A-1, será disputado com portões fechados como forma de prevenção da pandemia do covid-19.

A informação foi confirmada pelo UOL Esporte com o próprio Minas Icesp e com Marcio Coutinho, diretor da Federação de Futebol do DF. O decreto do governador suspende pelos próximos cinco dias os eventos com público superior a 100 pessoas, o que ocasionou a decisão de fechar os portões para o duelo da elite do futebol feminino.

"O Minas Icesp Brasília tomou as devidas providências, junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Secretaria de Esportes do Distrito Federal. Assim sendo, ficou definido que o duelo será realizado de portões fechados, com o objetivo de respeitar o cronograma já organizado pelos envolvidos na organização da competição", diz o Minas, em comunicado enviado à reportagem.

"Desde já pedimos a compreensão dos nossos torcedores pelo momento delicado que passamos na sociedade", acrescenta o clube.

O jogo pelo Brasileirão A-1 acaba sendo o primeiro evento esportivo brasileiro afetado diretamente pela pandemia global, um dia depois de o esporte mundial ser atingido pelas consequências do coronavírus.

O maior impacto ocorreu nos Estados Unidos. A NBA suspendeu a temporada, após o pivô Rudy Gobert (Utah Jazz) ser diagnosticado com o covid-19. Ontem (11) mesmo, os jogos do Jazz contra o Oklahoma City Thunder e do Sacramento Kings contra o New Orleans Pelicans acabaram adiados.

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), por outro lado, solicitou à Fifa que as duas primeiras rodadas das eliminatórias sejam adiadas.

Os duelos estão marcados para o fim de março, e o Brasil enfrentará Bolívia (27, em Pernambuco) e Peru (31, em Lima). A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), até o momento, não se pronunciou sobre as eliminatórias e nem em relação ao duelo do Brasileirão Feminino em Gama.

Futebol feminino