PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Bruno Henrique presta depoimento sobre CNH; advogado alega "boa fé"

Alexandre Araújo

Do UOL, no Rio de Janeiro

12/03/2020 17h15

Bruno Henrique, atacante do Flamengo, prestou depoimento na tarde de hoje (12), na 16 delegacia policial do Rio de Janeiro, sobre a utilização de uma carteira de habilitação falsa.

Ele chegou ao local acompanhado de Rodrigo Dunshee, vice-presidente Geral e Jurídico do Flamengo, e do advogado Ricardo Pieri. Ao deixar a delegacia, o jogador não deu declarações.

"Bruno Henrique é um atleta exemplar, querido por todos, respeitado por todos pelo seu comprometimento, índole e caráter. Nesse episódio, não aconteceu nada de diferente disso. Bruno apresentou a carteira na blitz de boa fé e está à disposição das autoridades para o que mais for preciso. Ele apresentou de boa fé, se é falsa ou não, quem vai dizer é a perícia. Temos de deixar as investigações prosseguirem", disse Pieri.

Bruno Henrique foi parado em uma blitz no fim do mês passado, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Na ocasião, além de se recusar a fazer o teste de bafômetro, apresentou um documento de São Paulo, cujo dados não constavam no Detran do Rio. Posteriormente, a perícia apontou se tratar de um documento falso.

À época, o camisa 27 se recuperava de lesão na perna direita, após choque durante o primeiro duelo com o Independiente del Valle, do Equador, pela Recopa Sul-Americana.

Recuperado, voltou a atuar contra o Botafogo, pelo Carioca, no último sábado, e foi titular contra o Barcelona de Guayaquil, do Equador, pela Libertadores, na última quarta, tendo feito um dos gols na vitória por 3 a 0.

Flamengo