PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Adilson cita jogo abaixo da crítica e pede desculpas por vexame do Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

12/03/2020 00h19

O técnico Adilson Batista voltou a pedir paciência para ver o Cruzeiro jogando melhor, mas reconheceu e pediu desculpas pela derrota de 2 a 0 para o CRB, pela terceira fase da Copa do Brasil. Dentro do Mineirão, a equipe celeste fez mais uma partida desorganizada, burocrática e sem mostrar qualquer evolução em relação aos compromissos passados. Por várias vezes, o técnico pediu desculpas pela atuação muito abaixo da esperada.

"Queria pedir desculpas ao nosso torcedor, foi uma partida bem abaixo do que esperávamos. Peço desculpas, não funcionamos coletivamente, tivemos dificuldades, desatenção. Não tivemos profundidade, sofremos o gol em uma desatenção. Fiz as mudanças, o time melhorou, tivemos mais volume, mas levamos o segundo gol também por erro nosso em não encurtar e acompanhar o atleta. Hoje foi muito abaixo da crítica, tenho que pedir desculpas", iniciou Adilson, que já começa a ser questionado por parte da torcida. Novamente, o treinador lembrou o momento turbulento que o clube se encontra.

"Terminamos o jogo com oito meninos, isso não é um pretexto, eu não vou explicar novamente, mas vergonha nós deveríamos sentir é das pessoas que fizeram o que fizeram com o Cruzeiro. Estou tentando ajudar, sei que os garotos não estão prontos, é um processo. Precisa ter paciência, os erros irão acontecer. Não é uma justificativa em dois meses. Sei que sou o alvo, mas estou fazendo meu melhor. Existiram erros no jogo e jogamos abaixo da crítica, o torcedor tem o direito de cobrar", acrescentou.

Os gols da partida foram marcados pelo veterano Léo Gamalho. Com a ótima vantagem de dois gols, o CRB vai receber o Cruzeiro no dia 18, às 19h15, no estádio Rei Pelé, em Maceió. Ainda neste mês de março, o Cruzeiro encerra a primeira fase do Campeonato Mineiro. No momento, a equipe está no quinto lugar, fora do G-4 que leva às semifinais.

Questionado sobre o prazo para fazer o time jogar mais, Adilson evitou estabelecer uma data, mas avaliou que espera contar com todos os jogadores até a partida contra a Caldense, a última da primeira fase do estadual.

"Claro que eu consigo (melhorar o time), mas me dá todo mundo 100%, me cobra quando tiver todo mundo 100%. Robinho, Arial, Marllon, Jean. Todos estavam treinando sozinhos. Acredito que no jogo contra a Caldense estarão prontos. Mas é o tempo que irá dizer. E eu tenho que entender", avaliou.

Cruzeiro